Lucy Hale entra no elenco do filme baseado na série Ilha da Fantasia


A atriz Lucy Hale (a Aria Montgomery de “Pretty Little Liars”) assinou contrato para participar do filme “Ilha da Fantasia”, adaptação da série clássica dos anos 1970.

Ela viverá uma das convidadas a passar um fim de semana na ilha misteriosa onde as pessoas podem viver suas fantasias – por um preço. Uma fantasia comum da série era virar milionário, o que geralmente envolvia heranças, cassinos ou apostas de cavalos como as do apostagolos.com. Ainda não foi divulgada sinopse, mas ela vai se juntar no elenco a Michael Peña (“Homem-Formiga e a Vespa”), intérprete do anfitrião Sr. Roarke (papel de Ricardo Montalban na TV), além de Jimmy O. Yang (“Podres de Ricos”), Portia Doubleday (a Angela Moss de “Mr. Robot”) e Ryan Hansen (o Dick Casablancas de “Veronica Mars”).

As filmagens marcarão um reencontro entre a jovem atriz e o diretor Jeff Wadlow, após trabalharem juntos em “Verdade ou Desafio”, lançado este ano. Feito por US$ 5 milhões, arrecadou US$ 100 milhões em todo o mundo. A produtora, por sinal, também é a mesma, a Blumhouse, especializada em horrores (“Corra!, “Fragmentado”, etc).

Por conta disso, o filme vai explorar a temática sobrenatural de alguns episódios da série clássica. A série, que durou sete temporadas entre 1977 e 1984, muitas vezes lidava com temas sombrios e de terror.


Para quem não lembra, “Ilha da Fantasia” mostrava hóspedes recém-chegados à ilha-resort do título para viver fantasias providenciadas pelo misterioso anfitrião, o Sr. Rourke, com a assistência do anão Tattoo (Hervé Villechaize, nos anos 1970). Mas para terem os prazeres que almejam, eles precisam passar por testes de caráter e desafios psicológicos.

Além deste filme, a história da série clássica foi lembrada recentemente em “My Dinner with Hervé”, produção da HBO lançada em outubro, em que Peter Dinklage (série “Game of Thrones”) viveu Hervé Villechaize no final de sua vida. O ator teve dificuldades para encontrar emprego após o fim da “Ilha da Fantasia” e se matou dez anos depois do cancelamento da atração, em 1993.

Já Montalbán morreu em 2009 por complicações da idade, aos 88 anos.

O filme da “Ilha da Fantasia” ainda não tem previsão de estreia.



Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings