Diretor informa que Godzilla II: O Rei dos Monstros já está pronto para ser exibido

O diretor Mike Dougherty anunciou que ”Godzilla II: O Rei dos Monstros” foi concluído. A pós-produção estava em andamento há alguns meses. Mas, apesar das comemorações, agora começa a fase decisiva, com sessões de testes que, caso haja rejeição, podem enviar o filme de volta para a mesa de edição.

Curiosamente, a finalização aconteceu quatro meses após a divulgação do primeiro trailer – que pode ser visto legendado aqui.

A primeira prévia escondia as cenas sob fumaça, sem revelar muito da trama, mas trazia narração de Vera Farmiga (“Bates Motel”) avisando que a Terra está à beira de um colapso e a única salvação reside em se encontrar seus “governantes originais”. Chamados de Titãs pela protagonista, tratam-se na verdade de monstros gigantes, escondidos por milhares de anos, que precisam ser tirados de seus esconderijos naturais para impedir o apocalipse. Entretanto, a chegada das criaturas acaba causando tanta ou até mais destruição, o que faz a filha da personagem considere que sua mãe também é um monstro.

A filha é vivida por Millie Bobby Brown (de “Stranger Things”) e o elenco também inclui Kyle Chandler (“Manchester à Beira-Mar”), O’Shea Jackson Jr. (“Straight Outta Compton”), Bradley Whitford (série “The Handmaid’s Tale”), Thomas Middleditch (“Silicon Valley”), Charles Dance (“Game of Thrones”), Zhang Ziyi (“O Grande Mestre”), Aisha Hinds (“9-1-1”) e traz de volta os personagens de Sally Hawkins (“A Forma da Água”) e Ken Watanabe (“A Origem”), representantes da Monarch em “Godzilla” (2014).

Segundo a sinopse oficial, a nova história segue os esforços heroicos da agência cripto-zoológica Monarch, enquanto seus membros enfrentam um levante de monstros, incluindo o poderoso Godzilla, que colide com Mothra, Rodan e seu inimigo final, o rei de três cabeças Ghidorah. Essas criaturas antigas, que se acreditava serem meros mitos, ressurgem para lutar pela supremacia, deixando a própria existência da humanidade em risco.

O novos inimigos gigantes de Godzilla são kaijus conhecidos dos fãs do gênero, que entraram na cultura pop há mais de 50 anos, cada um com seu próprio filme individual no Japão: “Mothra, a Deusa Selvagem” (1961), “Rodan!… O Monstro do Espaço” (1956) e “Ghidrah, O Monstro Tricéfalo” (1964), todos dirigidos pelo mestre Ishirô Honda, o verdadeiro rei dos monstros. Godzilla já os combateu individualmente e também a todos ao mesmo tempo em vários clássicos japoneses – em particular no famoso “O Despertar dos Monstros’ (1968).

Com roteiro de Zach Shields e direção de Michael Dougherty (ambos de “Krampus: O Terror do Natal”), a estreia está marcada para 30 de maio no Brasil, um dia antes do lançamento nos Estados Unidos.