Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald e candidatos ao Oscar de Filme Estrangeiro chegam aos cinemas



“Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald” é a maior estreia da semana, que ainda destaca dois candidatos à indicações no Oscar 2019 na categoria de Melhor Filme em Língua Estrangeira: o brasileiro “O Grande Circo Místico” e o sul-coreano “Em Chamas”. A lista também traz dramas premiados, como “Sueño Florianópolis”, consagrado no Festival de Karlovy Vary, e “Rota Selvagem”, indicado ao BIFA e premiado no Festival de Veneza. São 15 estreias ao todo, a maioria em circuito limitado.

A nova fantasia criada por J.K. Rowling, autora de “Harry Potter”, também estreia neste fim de semana nos Estados Unidos. E não está sendo bem-recebida pela crítica americana, ao registrar a nota mais baixa de todos os filmes do universo de Harry Potter, com média de 54% de aprovação no Rotten Tomatoes – medíocre. Anteriormente, o filme pior avaliado dos bruxos de Hogwarts era “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, com 74% em 2016.

O que diferencia os dois longas da nova saga, além da ausência de Harry Potter e a participação de novos personagens, são os roteiros escritos por J.K. Rowling, a escritora que criou Harry Potter na literatura. Os filmes do bruxinho foram todos adaptados por roteiristas profissionais, e embora fãs lamentassem cortes de diversas passagens, tinham um ritmo bastante ágil. Já “Os Crimes de Grindelwald” é repleto de cenas descartáveis com personagens secundários, que não levam a lugar algum em termos narrativos. Os detalhismos que os fãs adoravam nos livros travam a história no cinema. E para frustrar ainda mais as expectativas, a aventura é interrompida num cliffhanger, prevendo continuar no próximo capítulo. Nisto, lembra quadrinhos. De fato, há mais personagens em cena que nos gibis dos X-Men. E, sim, o maior crime de Grindelwald é plagiar Magneto.

Igualmente derivativo, “O Grande Circo Místico” não é, nem de longe, o melhor filme brasileiro do ano. Mas foi o escolhido pela Academia Brasileira de Cinema (ABC) para representar o país na disputa por uma vaga no Oscar. Exibido apenas fora de competição em festivais, foi destruído pela crítica internacional, que o considerou ultrapassado, em especial no tratamento das personagens femininas. Isto deve ter sido entendido como elogio pelo comitê da ABC que viu em seu aspecto antiquado um apelo nostálgico. Primeiro longa dirigido por Cacá Diegues em 12 anos – desde “O Maior Amor do Mundo” (2006) – , conta os feitos e desventuras dos membros de uma companhia circense ao longo de um século, com inspiração no espetáculo musical dos anos 1980 e no disco homônimo de Chico Buarque e Edu Lobo. Só com menos empolgação que “O Rei do Show”.

Sem tanta pretensão, “Sueño Florianópolis” é uma comédia de férias que venceu o Prêmio Especial do Júri e o Prêmio da Crítica do Festival de Karlovy Vary, na República Checa, principal evento cinematográfico do Leste Europeu e um dos mais importantes do antigo continente – atrás dos tradicionais festivais de Cannes, Veneza e Berlim. Filmado em Santa Catarina, com atores brasileiros e direção da argentina Ana Katz (de “Minha Amiga do Parque”), seu humor irreverente questiona convenções sociais sobre família. A trama acompanha um casal argentino em crise que, na década de 1990, viaja com seus filhos adolescentes até Florianópolis de férias. O casal é vivido por Gustavo Garzón (“O Cidadão Ilustre”) e Mercedes Morán (“Neruda”), mas o elenco também destaca Marco Ricca (“Chatô, o Rei do Brasil”) e Andréa Beltrão (“Sob Pressão”).

Mais sensível da lista, “A Rota Selvagem”, do diretor inglês Andrew Haigh (“45 Anos”), tem 90% de aprovação no Rotten Tomatoes e apresenta uma história emotiva sem clichês de melodrama, que evidencia o talento precoce de Charlie Plummer (de “Todo o Dinheiro do Mundo”), premiado por seu desempenho no Festival de Veneza. Ele vive um adolescente pobre que arranja trabalho cuidando de um velho cavalo de corridas, com quem desenvolve uma ligação especial. O dono do cavalo e sua jóquei acabam se tornando sua família adotiva. Mas tudo muda quando o menino descobre que o animal será sacrificado. Ele joga o emprego para cima para fugir com o amigo, mudando o rumo do filme para um emocionante road movie de fuga. Concorre a quatro prêmios no BIFA, a premiação do cinema indie britânico.

Para completar os principais destaques, “Em Chamas”, candidato da Coreia do Sul ao Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira, venceu o Prêmio da Crítica no Festival de Cannes e tem 95% de aprovação no Rotten Tomatoes. Dirigido por Lee Chang-dong (do ótimo “Poesia”) e com participação do ator Steven Yeun (o Glenn de “The Walking Dead”), subverte expectativas como um estudo de personagens que complica um triângulo amoroso com um jogo de verdades e mentiras.

Entre a vasta lista de estreias, ainda vale conferir o russo “Verão”, de Kirill Serebrennikov (“O Estudante”). Filmado em belíssimo preto e branco, recria a cena roqueira russa dos anos 1980, centrando sua trama em dois roqueiros do período, que viveram um triângulo romântico. O mais jovem, Viktor Tsoi, virou figura cultuadíssima ao fundar a banda Kino, a mais importante do rock soviético. A banda ganhou projeção internacional ao aparecer no filme “Assa” (1987) e acabou três anos depois, quando Viktor morreu num acidente de carro.

Além destes, o drama indie americano “O Quebra-Cabeças” traz uma história de empoderamento e despertar feminino que, embora repita o tema de “O Despertar de Rita” (1983), continua atual. 82% no Rotten Tomatoes.

Tem mais. Confira abaixo as sinopses e veja os trailers para conhecer todas as estreias da semana, inclusive as menos cotadas.

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald | EUA | Fantasia

Newt Scamander (Eddie Redmayne) reencontra os queridos amigos Tina Goldstein (Katherine Waterston), Queenie Goldstein (Alison Sudol) e Jacob Kowalski (Dan Fogler). Ele é recrutado pelo seu antigo professor em Hogwarts, Alvo Dumbledore (Jude Law), para enfrentar o terrível bruxo das trevas Gellert Grindelwald (Johnny Depp), que escapou da custódia da MACUSA (Congresso Mágico dos EUA) e reúne seguidores, dividindo o mundo entre magos sangue puro e seres não-mágicos.

O Grande Circo Místico | Brasil | Drama

Em meio ao universo de uma tradicional família austríaca, que é dona do Grande Circo Knieps, nasceu um improvável romance entre um aristocrata e uma acrobata. Este é o retrato dos 100 anos de existência do Grande Circo e das cinco gerações do clã à frente do espetáculo e suas histórias fantásticas.

Sueño Florianópolis | Brasil | Comédia

No verão de 1990 o casal Lucrecia (Mercedes Morán) e Pedro (Gustavo Garzón) tem 22 anos de casamento e estão prestes a se divorciar. Porém, antes de tomar essa decisão, eles resolvem viajar com seus dois filhos adolescentes de Buenos Aires para Florianópolis em um velho carro sem ar condicionado.

A Rota Selvagem | EUA | Drama

Charley (Charlie Plummer) é um menino de 15 anos que vive com o pai solteiro em Portland, Oregon. Na procura pela tia desaparecida há muitos anos, Charley consegue um emprego de verão como treinador de cavalos e acaba fazendo amizade com um cavalo de corrida chamado Lean on Pete.

Em Chamas | Coreia do Sul | Suspense

Durante um dia normal de trabalho como entregador, Jong-soo (Yoo Ah-In) reencontra Hae-mi (Jeon Jong-seo), uma antiga amiga que vivia no mesmo bairro que ele. A jovem está com uma viagem marcada para o exterior e pede para Jong-soo cuidar de seu gato de estimação enquanto está longe. Hae-mi volta para casa na companhia de Ben (Steven Yeun), um jovem misterioso que conheceu na África. No entanto, o forasteiro tem um hobby peculiar, que está prestes a ser revelado aos amigos.



Verão | Rússia | Drama

No verão de 1981, o rock underground chegava na Rússia Soviética, mais precisamente em Leningrado, onde hoje localiza-se a cidade de São Petersburgo. Sob a influência de artistas internacionais, como Led Zeppelin e David Bowie, o rock vibrava na cidade, marcando o nascimento de uma nova geração de artistas independentes. O jovem Viktor Tsoi (Teo Yoo) ganhou fama internacional e tornou-se o primeiro grande representante russo do gênero. Além da música, ele também ficou conhecido pelas polêmicas relacionadas a sua vida pessoal, como o triângulo amoroso que viveu junto com o seu mentor musical, Mike, e a esposa dele, Natasha.

O Quebra-Cabeça | EUA | Drama

Agnes (Kelly Macdonald) é uma mãe suburbana na casa dos 40 anos que tem todo o seu tempo consumido e dedicado ao cuidado dos homens da sua família. Quando ela descobre o dom de montar quebra-cabeças, seu mundo muda completamente e, escondida dos parentes, ela passa a se preparar para uma competição fazendo dupla com um excêntrico especialista no assunto (Irrfan Khan).

Tudo Acaba em Festa | Brasil | Comédia

Vlad (Marcos Veras) é um dos funcionários do setor de Recursos Humanos de sua empresa. Com o fim do ano se aproximando, ele se torna o responsável por organizar a “festa da firma”, uma festa de fim de ano para levantar o moral do quadro de funcionários, abalado profundamente por causa de uma sequência de demissões. Determinado a provar seu valor para sua ex-namorada, ele aceita o desafio. Tudo começa bem, mas as coisas acabam saindo do controle de Vlad, que terá que fazer o possível e o impossível para resolver todos os problemas e fazer a festa dar certo.

Um Segredo em Paris | França | Comédia

Uma mulher de 27 anos sonha com um futuro como escritora, mas é atormentada pela dúvida e pela incerteza. Ela se muda para Paris onde algo mágico acontece e acaba se conectando com um misantropo de 76 anos, que dirige uma livraria. Porém, quando um segredo do homem é revelado, a relação deles pode se tornar algo muito distinto.

Entrevista com Deus | EUA | Drama

Paul (Brenton Thwaites) é um jornalista ambicioso em busca de sucesso profissional através de alguma grande matéria. Depois de uma extensa procura, ele topa de frente com um homem que pode lhe dar a melhor entrevista de vida: ele diz ser Deus e promete responder a qualquer pergunta de Paul em uma conversa única.

Torre – Um Dia Brilhante | Polônia | Suspense

Mula (Anna Krotoska) mora com seu marido, sua mãe enferma e filha Nina (Laila Hennessy) em uma casa de campo. No final de semana antes da Primeira Comunhão da menina, sua família vem visitar, com sua irmã mais nova, Kaja (Małgorzata Szczerbowska), que desapareceu de repente há 6 anos. Kaja é a mãe biológica da Nina e Mula teme que ela possa querer levar a filha embora. Porém, há um motivo totalmente distinto pelo qual Kaja veio para casa em primeiro lugar.

Carvana | Documentário | Brasil

Os 60 anos de carreira do inconfundível Hugo Carvana narrados por ele mesmo. A história do jovem estudante de teatro, que iniciou sua carreia no cinema através de pequenos papéis nas icônicas chanchadas e se consagrou como ator no Cinema Novo, é contada através de imagens raras disponibilizadas por artistas como Lulu de Barros e Glauber Rocha.

Filme Paisagem – Um Olhar Sobre Roberto Burle Marx | Documentário | Brasil

Os 60 anos de carreira do inconfundível Hugo Carvana narrados por ele mesmo. A história do jovem estudante de teatro, que iniciou sua carreia no cinema através de pequenos papéis nas icônicas chanchadas e se consagrou como ator no Cinema Novo, é contada através de imagens raras disponibilizadas por artistas como Lulu de Barros e Glauber Rocha.

Super Orquestra Arcoverdense de Ritmos Americanos | Documentário | Brasil

Uma investigação afetiva sobre a obra, a trajetória e o impacto da Super Oara – ou Super Orquestra Arcoverdense de Ritmos Americanos -, uma verdadeira big band sertaneja que marcou os bailes de Pernambuco e que ainda se apresenta nos dias de hoje em datas comemorativas.

BTS – Burn the Stage: The Movie | Documentário | Coreia do Sul

Depoimentos e entrevistas exclusivas revelam a longa trajetória da banda sul-coreana BTS, um dos maiores sucessos atuais do K-pop que conseguiu se consolidar como um expoente do gênero na cultura mainstream. Através desses materiais adquirimos uma perspectiva íntima do grupo durante a turnê Wings. Os sonhos, as dificuldades, as paixões e filosofias de cada integrante são expostos ao público.


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings