Diretor de Me Chame pelo seu Nome fará filme baseado em disco clássico de Bob Dylan

O diretor Luca Guadagnino (“Me Chame pelo Seu Nome”) está trabalhando num filme baseado no disco “Blood on the Tracks”, lançado por Bob Dylan em 1975.

A produtora RT Features, do brasileiro Rodrigo Teixeira (que produziu “Me Chame pelo Seu Nome”) comprou os direitos de adaptação do álbum e convidou Guadagnino para dirigir. O cineasta concordou, sob a condição de que Richard LaGravenese (“Invencível“) escrevesse o roteiro.

“Trazer esse projeto para a vida é um sonho para mim”, disse Teixeira à revista Variety. “Nós trabalhamos por um longo tempo para encontrar o caminho certo para o trabalho de Bob Dylan e ter colaboradores como Luca e Richard são um privilégio absoluto.”

A trama vai acompanha diversos personagens ao longo da década de 1970, inspirando-se nos temas principais do álbum.

Em entrevista a New Yorker, LaGravenese falou sobre a abordagem: “Quando os personagens se reprimem, dramatizamos essa repressão e o que isso faz com eles. E nós dramatizamos o que acontece quando você deixa suas paixões assumirem o controle”.

Curiosamente, o disco já inspirou um filme antes. Em 2007, o filme “Não Estou Lá”, que faz um apanhado simbólico da vida de Bob Dylan, adaptou os temas de “Blood on the Tracks” durante a passagem com participação de Heath Ledger (“O Cavaleiro das Trevas“).

Considerado um de seus melhores discos de Dylan – e, segundo a revista Rolling Stone, o 16º melhor álbum de todos os tempos – , “Blood on the Tracks” está prestes a ganhar uma nova versão. Um box especial, chamado de “More Blood, More Tracks”, com faixas inéditas do período, será lançado em 2 de novembro.

Por coincidência, é o mesmo dia em que estreia o novo filme de Guadagnino, o remake de “Suspiria”, nos Estados Unidos – e que, infelizmente, ainda não tem previsão de lançamento no Brasil.

Relembre abaixo duas músicas famosas de “Blood on the Tracks”.