Próximo Como Treinar Seu Dragão será o último lançamento da franquia

A franquia “Como Treinar Seu Dragão” será encerrada com o lançamento de seu terceiro filme. O anúncio foi feito pelo diretor e roteirista Dean DeBlois, que comanda os longas animados desde a estreia em 2010.

“Pensamos nisso por um bom tempo e chegamos em uma forma agridoce de nos despedirmos dos personagens”, disse DeBlois em entrevista à revista Entertainment Weekly, antes de revelar como a trama será concluída. “Você entenderá o motivo de Soluço ter dito que haviam dragões na sua infância. Ao fim deste filme, você terá a resposta do que aconteceu com eles”, contou.

DeBlois afirmou que, após o longa, até as séries animadas também serão concluídas, e que a decisão é inspirada pela forma como a autora Cressida Cowell encerrou em 2015 a série de livros em que os filmes se baseiam.

A trilogia registra uma sensível passagem de tempo entre cada longa. No primeiro, Soluço era um menino. No segundo, adolescente. E aparecerá como adulto no terceiro, que, entretanto, será marcado por flashbacks de sua juventude.

O filme vai mostrar como Soluço e Banguela encontram seus verdadeiros destinos: o primeiro como chefe da aldeia de Berk ao lado de Astrid, enquanto o dragão também se torna líder de sua própria espécie. Mas à medida que os dois ascendem, a ameaça mais sombria que enfrentaram – bem como a aparição de uma Fúria da Noite (a namorada de Banguela) – testará os laços de seu relacionamento como nunca antes.

“Como Treinar o Seu Dragão 3” traz de volta o diretor Dean DeBlois ao lado do elenco de estrelas que dublaram os filmes anteriores, como Jay Baruchel (“É o Fim”) como voz de Soluço, America Ferrera (série “Superstore”) como Astrid, além de Kit Harington (série “Game of Thrones”), T.J. Miller (“Deadpool 2”), Kristen Wiig (“Caça-Fantasmas”), Jonah Hill (“Anjos da Lei”), Gerard Butler (“Covil de Ladrões”) e Cate Blanchett (“Oito Mulheres e um Segredo”).

A estreia (por enquanto) está marcada para 31 de janeiro no Brasil, um mês antes do lançamento nos Estados Unidos.

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna

Back to site top
Change privacy settings