Campanha pela recontratação de James Gunn em Guardiões da Galáxia terá outdoors na Disneylândia

Os fãs de “Guardiões da Galáxia” ainda não desistiram de ver o diretor James Gunn de volta a franquia para finalizar sua trilogia, apesar das declarações definitivas do presidente do estúdio e do CEO da Disney. Após sua petição com mais de 400 mil assinaturas ser ignorada pelos poderosos, eles pretendem adotar nova estratégia: colocar outdoors pedindo a volta do diretor ao redor dos parques temáticos da Disney.

Um grupo de fãs começou uma campanha de financiamento com este objetivo no site Go Fund Me, visando inicialmente arrecadar US$ 2 mil para colocar outdoors ao redor dos parques da Disney na Flórida e na Califórnia. Em seis dias no ar, a campanha já superou seu objetivo, estabelecendo um novo teto de US$ 6 mil para cobrir inteiramente as áreas definidas.

O plano dos organizadores é colocar os outdoors durante a época de Natal, quando os parques da Disney enfrentam pico de lotação.

James Gunn foi demitido em 20 de julho pelo presidente da Disney, Alan Horn, depois que tuítes de humor impróprio sobre pedofilia e estupro, escritos há uma década, foram trazidos à tona pela extrema direita americana. Horn classificou os posts como “indefensáveis” e não voltou atrás, mesmo diante de uma carta-aberta do elenco de “Guardiões da Galáxia” e a petição dos fãs na internet.

Recentemente, o CEO da Disney, Robert Iger, afirmou ter apoiado a decisão de demitir o cineasta.

“Guardiões da Galáxia Vol. 3”, que originalmente deveria chegar aos cinemas em 2020, continua sem diretor. Além disso, o trabalho de pré-produção do longa foi cancelado, com a dispensa de todos os que trabalhavam no desenvolvimento de figurinos, cenários e efeitos visuais.