Astro de Game of Thrones terá que pagar US$ 2 milhões para a ex-empresária


O ator dinamarquês Nikolaj Coster-Waldau, intérprete de Jaime Lannister em “Game of Thrones”, terá que pagar US$ 2 milhões para a ex-empresária Jill Littman, segundo decisão de uma juiza da corte arbitral de Los Angeles.

Por quase uma década, Littman e a Impression Entertainment cuidaram da carreira do ator. Em setembro de 2015, ele decidiu encerrar a relação. Mas a a agente entrou na justiça para ter direito a algumas comissões, apresentando um documento assinado pelo próprio Nikolaj em que ele deveria entregar honorários mesmo após a demissão, até o fim de “Game of Thrones”.

O advogado do ator rebateu dizendo que não existia tal contrato, apenas um acordo verbal, e quaisquer documentos apresentados pela empresária com a assinatura de Coster-Waldau foram feitos apenas para assegurar seu visto de trabalho, já que ele é estrangeiro.


A situação se complicou a partir daí, pois se o documento fosse fraudulento, o ator teria trabalhado ilegalmente nos Estados Unidos e poderia ter o visto revogado.

A estratégia se voltou contra Coster-Waldau. Que agora terá que ser mais Lannister que nunca e pagar suas dívidas, podendo piorar a situação se estender a disputa. Mas seu advogado pretende apelar da decisão da corte arbitral.



Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings