The 100: Final da temporada ganha vídeos, fotos e promessa de que o desfecho mudará tudo na série



A rede CW divulgou as fotos, o trailer dramático, uma cena e um vídeo com comentários do produtor sobre o final da 5ª temporada de “The 100″. E como aconteceu no final do ciclo passado, é um final apocalíptico, com cenas da destruição do último vale habitável da Terra.

O criador da série, Jason Rothenberg, adiantou que o desfecho representará uma nova mudança dramática na direção da série, mas que o público não será capaz de adivinhar para onde a 6ª temporada se encaminhará.

“Estabelecemos uma situação em que há dois exércitos lutando pela último pedaço de terra em que é possível sobreviver no mundo pós-apocalíptico. Se eles não conseguem descobrir uma maneira de fazer a paz, ou de superar o instinto humano de não fazer a paz, correm o risco de destruir o último vale. O destino do planeta literalmente está em jogo”, explicou Rothenberg, que escreveu e produziu o último episódio, em entrevista ao site TVLine.

Além de muita ação, o episódio também apresentará várias reviravoltas emocionais, muitas das quais tomarão os fãs completamente de surpresa, diz Rothenberg.

“É seguro dizer que as pessoas não serão capazes de adivinhar para onde a série está indo”, diz ele. “Pela minha leitura muito cuidadosa do Twitter, por mais doloroso que seja, as pessoas não [adivinharam] algumas das grandes coisas emocionais que ainda precisarão ser experimentadas”.



Melhor série do canal americano The CW, “The 100” foi renovada logo no começo da exibição de seu quinto ano, graças ao aumento de público em seus primeiros episódios. A média da temporada passada foi de 955 mil telespectadores ao vivo, o que chegou a deixar a produção em risco. Mas os três episódios exibidos em 2018 assinalaram uma média de 1,1 milhão. E, ao final, a média se manteve, em 959 mil telespectadores até o penúltimo episódio.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings