Taylor Swift e Brandon Routh são amantes em clipe gravado nos cenários da série Mad Men



A dupla country Sugarland lançou o clipe de “Babe”, que inclui participação dobrada de Taylor Swift, como cantora e atriz convidada.

Na historinha que ilustra a letra de corações partidos, Taylor vive a secretária ruiva, pega em flagrante com o patrão, casado com a dona de casa loira vivida por Jennifer Nettles (cantora do Sugarland). No meio deste triângulo, está o ator Brandon Routh (o Ray Palmer da série “Legends of Tomorrow”), abusando de seu charme de bom moço, enquanto se porta mal.

O clipe remete claramente à “Mad Men”, tanto nos figurinos e ambientes do começo dos anos 1960, quanto na encenação e sugestão de personagens. E não é por acaso: a gravação usou os cenários da série.

O detalhe é que os cabelos vermelhos de Taylor Swift fazem mais que aludir a Joan Harris (a personagem da atriz Christina Hendricks em “Mad Men”). “Babe” foi originalmente composta pela cantora em parceria com Pat Monahan (cantor da banda Train) para o disco “Red”, mas acabou cortada da seleção final do lançamento de 2012. Apenas agora, seis anos depois, a faixa ressurge em gravação da dupla Sugarland. A cor da peruca também serve de referência para a origem da canção.


Para completar, a direção do clipe ficou a cargo de Anthony Mandler, que assinou os clipes da era de “Red”.

A música teria sido escrita após Taylor flagrar um ex-namorado a traindo. Ela própria sugeriu que o vídeo se passasse na época de “Mad Men” e provavelmente influenciou até na escolha do diretor, que nunca tinha trabalhado com Sugarland antes.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings