Susan Sarandon lembra de exemplo de Paul Newman no Dia Internacional da Mulher

 

Susan Sarandon aproveitou o tema do Dia Internacional das Mulheres para prestar homenagem a um homem exemplar. Em entrevista à rádio BBC, ela revelou que, há 20 anos, o ator americano Paul Newman lhe deu a parte do seu salário para que ela ganhasse o mesmo que ele nas filmagens de “Fugindo do Passado” (1998).

A atriz contou nesta quinta (8/3) que o contrato da produção do filme de 1998 tinha uma cláusula que previa que todos os protagonistas deveriam ganhar o mesmo que o ator com o salário mais alto. Mas ela descobriu que, apesar disto e de ela ter a mesma carga de trabalho dos demais, a paridade salarial só era aplicada aos colegas homens – Newman e Gene Hackman.

Ao saber dessa diferença, Newman resolveu agir. “Ele deu um passo à frente e disse: ‘Bem, vou lhe dar parte do meu cachê’. Ele era uma joia”, afirmou Sarandon sobre a atitude do amigo.

Paul Newman faleceu em setembro de 2008 e foi um dos atores mais queridos e idolatrados de Hollywood. Ele foi indicado a dez Oscars, venceu um (por “A Cor do Dinheiro”) e recebeu dois prêmios honorários da Academia – um pela carreira e outro humanitário.

Sarandon deu a entrevista em Londres durante a divulgação do seu mais recente projeto, o documentário “Bombshell: The Hedy Lamarr Story”, sobre a atriz e inventora Hedy Lamarr (1914-2000). Ela é produtora do filme.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.

Back to site top
Change privacy settings