Novo trailer legendado de Círculo de Fogo: A Revolta traz lutas épicas de monstros e robôs gigantes



A Universal divulgou o pôster nacional e o segundo trailer legendado da sequência de “Círculo de Fogo” (2013), que ganhou o subtítulo de “A Revolta”. A prévia é espetacular, cheia de lutas épicas entre monstros e robôs gigantes, e confirma diversos rumores sobre a produção, como a volta de Rinko Kikuchi, pilotos “mirins” e combates entre Jaeggers. Também destaca John Boyega (“Star Wars: O Despertar da Força”) num discurso assertivo, de tom similar ao de Idris Elba, que cancelou o apocalipse no primeiro filme. Na continuação, Boyega interpreta o filho do personagem de Elba.

O longa vai se passar alguns anos após os eventos de “Círculo de Fogo” e também inclui em seu elenco Scott Eastwood (“Velozes e Furiosos 8”), Adria Arjona (série “Emerald City”), Tian Jing (“A Grande Muralha”) e cantora teen australiana Cailee Spaeny, além de trazer de volta alguns integrantes do filme original, como Charlie Day, Burn Gorman e a mencionada Rinko Kikuchi.

Segundo a descrição oficial do filme, Jake Pendergast (John Boyega), filho de Stacker Pentecost, responsável pelo comando da resistência Jaeger, era um promissor piloto do programa de defesa, mas abandonou o treinamento e entrou no mundo do crime. Quando uma nova ameaça aparece, Mako Mori (Rinko Kikuchi) assume o lugar que era de Stacker no comando do grupo Jaeger e precisa reunir uma nova geração de pilotos. Ela procura Jake e decide lhe oferecer uma segunda chance para ajudar no combate e provar seu valor.



O filme marcará a estreia de Steven S. DeKnight como diretor de cinema, após uma longa carreira como roteirista e produtor de séries cultuadas, como “Buffy”, “Spartacus” e “Demolidor”, mas quem escreveu a sequência foram os criadores da franquia, Travis Beacham e Guillermo Del Toro, com auxílio de feras da sci-fi, como Derek Connolly (“Jurassic World”) e Jon Spaihts (“Prometheus”).

A estreia está marcada para 22 de março no Brasil, um dia antes do lançamento nos EUA.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings