Valquíria é primeira personagem LGBT+ da Marvel? Não em Thor: Ragnarok



A atriz Tessa Thompson afirmou no Twitter que seu papel em “Thor: Ragnarok”, a Valquíria, seria a primeira personagem LGBT+ a aparecer em um filme da Marvel.

“Ela é bissexual. E sim, ela se preocupa muito pouco com o que os homens acham dela. Muito divertido interpretar isso!”, escreveu.

A declaração se deve ao fato de Valquíria já ter aparecido de forma íntima com outras mulheres nas publicações da Marvel. Veja uma cena típica abaixo.

Mas, apesar do que diz a atriz, não há cenas no filme que indiquem a sexualidade da personagem. Além disso, a Valquíria de Tessa Thompson é bem diferente da Valquíria dos quadrinhos, a começar pelo fato de a heroína sempre ter sido retratada como uma loira nórdica.

Logo após a declaração da atriz correr o mundo e ganhar manchetes na nerdosfera, Tessa voltou ao Twitter para confessar que sua personagem é, na verdade, assexuada no filme. Ou seja, guarda sua sexualidade no fundo do armário.

Portanto, guardem os fogos de artifício. Retratar personagens LGBT+ permanece uma ponte do arco-iris que a Marvel não cruzou nos cinemas. Ao contrário da DC e sua sugestiva Ilha do Paraíso – Themyscira – em “Mulher-Maravilha”. O filme tem estreia prevista para quinta-feira, 26 de outubro no Brasil, uma semana antes do lançamento nos EUA.





Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings