Selena Gomez revela que estava à beira da morte e doação de rim salvou sua vida



A cantora e atriz Selena Gomez abordou pela primeira vez, em uma entrevista, o transplante de rim a que se submeteu em setembro. E o caso foi muito mais grave do que ela tinha dado a entender nas redes sociais.

A cirurgia foi revelada em seu Instagram, mas na ocasião ela não deu maiores detalhes, além de afirmar que tinha relação com seu lúpus, doença que assumiu publicamente em 2015 e que a levou a passar boa parte do ano passado em reclusão, tratando de uma depressão sintomática. O máximo que Selena fez foi publicar uma imagem em que aparecia no hospital, de mãos dadas com a doadora, a atriz Francia Raísa (da série “A Vida Secreta de uma Adolescente Americana”).

Agora, as duas compareceram a uma edição do programa matinal “Today Show”, que irá ao ar na próxima semana. Em alguns trechos adiantados pela rede NBC, Selena aparece abalada, revelando que poderia ter morrido se não tivesse feito o transplante.

“Meus rins estavam acabados. Era o fim”, disse a artista de 25 anos. “Eu não queria pedir [doação de órgão] para nenhuma pessoa na minha vida. Até que chegou o dia em que fui para casa e descobri que ela tinha se voluntariado.”

Neste ponto, a apresentadora Savannah Guthrie pergunta se Selena sente que Raisa salvou sua vida. E ela responde: “Sim, porque ela salvou”.


Veja abaixo o trecho divulgado no Twitter.



Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings