Alan Cumming quer libertar chipanzé com quem filmou Buddy: Meu Gorila Favorito



O ator Alan Cumming se juntou à ONG PETA num processo para pedir a libertação do chipanzé Tonka do cativeiro numa instalação de Missouri, que estaria em condições precárias, visando transferi-lo para um santuário de animais, onde poderia viver em contato com a natureza.

Cumming, que contracenou com Tonka na comédia de 1997 “Buddy: Meu Gorila Favorito”, disse ter ficado comovido com a situação do animal. “Fiquei com o coração partido ao saber que Tonka está morrendo em uma gaiola imunda e estou decidido a ajudar a PETA a libertar ele e outros como ele dessas condições miseráveis”, o ator afirmou, durante entrevista coletiva realizada na sexta (23/6) em Los Angeles.

A PETA alega que Tonka e outros chimpanzés vivem em “cercados estéreis e sem condições sanitárias, em que são privados de contato social, espaço físico e enriquecimento ambiental”. Em resposta, a instalação de Missouri abriu seu próprio processo por difamação contra a PETA.


Com 22 anos, Tonka apareceu em diversos filmes infantis dos anos 1990, como “George: O Rei da Floresta” (1997) e “Babe – O Porquinho Atrapalhado na Cidade” (1998), além do longa co-estrelado por Cumming.

O processo movido contra a instalação diz que “Cumming teve dificuldade em se separar de Tonka no final da filmagem e está profundamente preocupado com as condições em que ele se encontra atualmente alojado”.



Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings