Letícia Sabatella revela também ter sido assediada por José Mayer


A atriz Letícia Sabatella foi uma das primeiras atrizes da Globo a se manifestar em defesa da figurinista Su Tonani após sua denúncia contra o assédio de José Mayer. Agora, em entrevista à revista Veja Rio, ela explicou porque escreveu nas redes sociais: “José Mayer não se emenda, hein? Su Tonani, sinta-se apoiada em sua denúncia”.

Ela revelou ter passado por algo parecido, há alguns anos, com o próprio ator, que só agora foi afastado das produções da Globo por conta de seu comportamento. “Quando li o relato da Su, que não conheço, eu me compadeci imediatamente. Senti o que ela sentiu, e sabia que ela não estava mentindo. Também já tinha passado por uma experiência parecida com o Zé Mayer, que foi alertado de maneira amigável”, ela afirmou.


Ao mesmo tempo, ela disse ter se comovido com o pedido de desculpas do ator. “Eu, sinceramente, me comovi com o pedido de desculpas dele. Sei o grande artista que ele é, sensível, capaz de uma transformação”, ela acrescentou. Mas as desculpas de José Mayer foram redigidas por uma assessoria contratada para lidar com o escândalo.

Relevando este detalhe, ela acredita que José Mayer possa servir de exemplo positivo. “Não estou querendo endeusar nem demonizar ninguém, mas podemos fazer do limão uma limonada”, avaliou a atriz, que contracenou com o ator em “Agosto” (1993) e “Páginas da Vida” (2006).



Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings