Crossover musical de Supergirl e The Flash acontecerá em março e sete atores vão cantar



O curioso crossover musical entre as séries “The Flash” e “Supergirl” ganhou data de exibição. A rede americana CW anunciou que a trama vai começar no episódio de “Supergirl” programado para 20 de março e se estender para o capítulo de “The Flash” da noite seguinte, 21 de março.

O crossover vai se chamar “Duet” (dueto) e, além de cantoria dos heróis principais, vividos por Melissa Benoist e Grant Gustin, outros integrantes do elenco também tiveram números musicais confirmados. São eles: Jesse L. Martin (Joe West), Victor Garber (Dr. Martin Stein), Carlos Valdes (Cisco), Jeremy Jordan (Winn Schott) e John Barrowman (Malcolm Merlyn).

Ou seja, pelo menos um integrante de “Legends of Tomorrow” participará do crossover – o Dr. Stein, metade do herói “Nuclear”. Além disso, é curiosa a aparição do vilão Merlyn, da série “Arrow” e atualmente também visto em “Legends”.

Sobre os talentos dos cantores, vale lembrar que Melissa e Grant participaram da série “Glee”, onde gastaram as cordas vocais. Jesse L. Martin já apareceu cantando na própria série “The Flash”, mas também tem passagem pela Broadway, como integrante do musical “Rent”. E Garber foi simplesmente o Jesus Cristo cantor do filme “Godspell” (1971).



Anteriormente, os produtores revelaram que o Mestre da Música será o vilão da história. O personagem apareceu num episódio da série animada “Batman: Os Bravos e Destemidos”, dublado por Neil Patrick Harris (série “How I Met Your Mother”), e tem a capacidade de hipnotizar as pessoas para fazê-las cantar e dançar.

Ainda não foi escalado o intérprete do vilão, mas o diretor dos episódios também foi confirmado. E não será Joss Whedon (“Os Vingadores”) como os fanboys sonhavam. O escolhido foi Dermott Downs, que assinará seu oitavo episódio de “The Flash”.

Atualmente em hiato, “The Flash” e “Supergirl” voltam a ter episódios inéditos na próxima semana nos EUA. No Brasil, ambas as séries são exibidas pelo canal pago Warner.


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings