Esquadrão Suicida sofre forte queda de arrecadação, mas mantém 1º lugar nos EUA



“Esquadrão Suicida” manteve a liderança das bilheterias norte-americanas em seu segundo fim de semana. Mas os rendimentos de US$ 43,7 milhões representam uma queda de 67% em relação à arrecadação da semana passada. Trata-se de um dos maiores declínios já registrados por uma adaptação de quadrinhos nos cinemas dos EUA e do Canadá, repetindo a trajetória de “Batman vs. Superman”, que caiu 69% em seu segundo fim de semana.

Por outro lado, o filme dos supervilões ultrapassou os US$ 220 milhões no mercado doméstico em dez dias, chegando a US$ 465,3 milhões em todo o mundo. Isto representa o dobro da arrecadação de outras superproduções atualmente no Top 10 americano, como “Jason Bourne” e “Star Trek: Sem Fronteiras”, em cartaz há mais tempo. O novo “Star Trek”, por sinal, ameaça dar grande prejuízo, se seu lançamento internacional não decolar em setembro.

Para o “Esquadrão” evitar o suicídio da franquia, basta dobrar os valores atuais. Não é tarefa tão difícil quanto a enfrentada por Jason Bourne e a tripulação da nave Enterprise, que podem ter chegado numa encruzilhada em relação a novas continuações.

Entre as estreias da semana, a animação adulta “Festa da Salsicha” surpreendeu pelo desempenho acima do esperado, com US$ 33,6 milhões em seus primeiros três dias. A Sony assegura que a produção custou apenas US$ 19 milhões, o que significa grande lucro à vista. Com uma premissa inusitada, o desenho acumula piadas sexuais de duplo sentido, centrando sua história num grupo de salsichas que descobre o destino das comidas após saírem dos supermercados: serem devoradas por humanos carnívoros. Escrita e produzida por Seth Rogen (“Vizinhos”) e com participação de vários comediantes famosos na dublagem, a animação chega aos cinemas brasileiros só daqui a um mês, em 15 de setembro, e nem sequer começou a ser oficialmente divulgada pela Sony Pictures do Brasil.

Completando o Top 3, a fantasia da Disney “Meu Amigo, Dragão” ficou abaixo da expectativa do estúdio, com apenas US$ 21,52 milhões em seu primeiro fim de semana. Remake de um clássico infantil de 1977, o filme agradou à crítica (86% de aprovação no Rotten Tomatoes), mas não conseguiu mobilizar o público, apesar da falta de lançamentos com censura livre desde julho nos EUA. Em compensação, seu orçamento foi relativamente baixo, em comparação com as demais fantasias do estúdio lançadas nos últimos anos. Realizado por US$ 65 milhões, o filme tende a se pagar no mercado internacional. A estreia no Brasil está marcada para 29 de setembro.

BILHETERIAS: TOP 10 EUA

1. Esquadrão Suicida
Fim de semana: US$ 43,7 milhões
Total EUA: US$ 222,8 milhões
Total Mundo: US$ 465,3 milhões

2. Festa da Salsicha
Fim de semana: US$ 33,6 milhões
Total EUA: US$ 33,6 milhões
Total Mundo: US$ 36,2 milhões

3. Meu Amigo, O Dragão
Fim de semana: US$ 21,52 milhões
Total EUA: US$ 21,5 milhões
Total Mundo: US$ 26,6 milhões


4. Jason Bourne
Fim de semana: US$ 13,6 milhões
Total EUA: US$ 126,7 milhões
Total Mundo: US$ 246,1 milhões

5. Perfeita É a Mãe!
Fim de semana: US$ 11,4 milhões
Total EUA: US$ 71,4 milhões
Total Mundo: US$ 85 milhões

6. Pets – A Vida Secreta dos Bichos
Fim de semana: US$ 8,8 milhões
Total EUA: US$ 335,9 milhões
Total Mundo: US$ 592,6 milhões

7. Star Trek: Sem Fronteiras
Fim de semana: US$ 6,8 milhões
Total EUA: US$ 139,6 milhões
Total Mundo: US$ 211,2 milhões

8. Florence – Quem É Esta Mulher?
Fim de semana: US$ 6,5 milhões
Total EUA: US$ 6,5 milhões
Total Mundo: US$ 7 milhões

9. Virei um Gato
Fim de semana: US$ 3,5 milhões
Total EUA: US$ 13,5 milhões
Total Mundo: US$ 14 milhões

10. Quando as Luzes se Apagam
Fim de semana: US$ 3,2 milhões
Total EUA: US$ 61,1 milhões
Total Mundo: US$ 98 milhões



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings