Filme do super-herói Flash perde seu diretor

Uma boa notícia para os fãs de filmes de super-heróis. O escritor Seth Grahame-Smith desistiu de dirigir “The Flash”, informou o site da revista Variety. O motivo foi a tradicional “divergência criativa”.

Grahame-Smith faria sua estreia na direção à frente da superprodução. A falta de experiência não tinha, até então, preocupado a Warner, que relevou até os fracassos que ele escreveu, como “Sombras da Noite” (2012) e o infame “Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros” (2013). Ele também era o autor do livro que rendeu o fiasco “Orgulho e Preconceito e Zumbis”.

Seu nome continua creditado como roteirista de “The Flash”, mas geralmente uma mudança de direção implica também numa nova abordagem para a trama. Não será surpresa se o diretor que assumir o projeto indicar interesse por outra versão da história.

Criado em 1956 por Gardner Fox (o Stan Lee da DC Comics), Flash será interpretado no cinema por Ezra Miller (“As Vantagens de Ser Invisível”) e, antes de ganhar seu filme solo, aparecerá no primeiro longa-metragem previsto da Liga da Justiça, com estreia em novembro de 2017.

O filme solo do super-herói tem lançamento marcado para 23 de março de 2018 nos EUA.

Wilson Vianna é jornalista, fã de séries e filmes, mas se diverte mesmo com celebridades que se levam à sério.

Back to site top
Change privacy settings