Ator mirim de It – A Coisa será super-herói no filme Shazam!

 

O ator mirim Jack Dylan Grazer, revelação de “It – A Coisa”, entrou no elenco de “Shazam!” num papel importante. Ele vai viver Freddy Freeman, o jornaleiro deficiente que ao dizer o nome de seu super-herói favorito se transforma em Shazam Jr.

A descrição oficial do personagem não vai tão longe. Na sinopse, ele é apresentado como o “melhor amigo” de Billy Batson (Asher Angel) e “a única pessoa que conhece a verdade” sobre o alter-ego adulto de Billy. Portanto, não está claro se ele vai voar com o uniforme azul do Shazam Jr. Mas, como os dois atores tem idade próxima, a versão revisada da origem dos personagens ganha força. Nela, eles são irmãos adotivos – assim como Mary Bromfield, que é irmã gêmea de Batson em outras versões.

Em todas as versões dos quadrinhos, Billy Batson se transforma num adulto superfortão (que no filme será o menos fortão Zachary Levy) proferindo a palavra mágica Shazam!, um acrônimo formado pelas iniciais de deuses, semideuses e profetas do mundo antigo – Salomão, Hércules, Atlas, Zeus, Aquiles e Mercúrio -, que conferem ao jovem seus atributos heroicos.

Além de Asher Angel (série “Andi Mack”) e Zachary Levi (série “Chuck”), o filme também tem confirmada a participação de Mark Strong (“Kingsman: O Círculo Dourado) como o vilão Dr. Silvana e Grace Fulton (“Annabelle 2: A Criação do Mal”) em papel não confirmado (Mary?).

Chamado originalmente de Capitão Marvel, o herói foi criado em 1939 por Bill Parker e C.C. Beck, e chegou a ser o personagem de quadrinhos mais popular da década de 1940, com vendas mensais de 1,3 milhão de exemplares e vários spin-offs centrados na chamada “Família Marvel” – Mary Marvel, Capitão Marvel Jr., etc.

Todo esse sucesso incomodou a DC Comics, que entrou com um processo contra sua editora, a Fawcett Comics, por considerar que Capitão Marvel era plágio do Superman. Recorrendo na justiça por mais de uma década, a DC se aproveitou do endividamento da Fawcett para adquirir seus personagens – e relançar o Capitão Marvel como Shazam! nos anos 1970, incluindo-o até na Liga da Justiça. Mas suas histórias sempre foram mais leves que as dos outros heróis, por sua característica única: ser apenas uma criança, sob a aparência de um adulto superfortão.

O roteiro de “Shazam!” está sendo escrito por Darren Lemke (“Goosebumps: Monstros e Arrepios”), Henry Gayden (“Terra para Echo”) e Geoff Johns (cocriador da série “The Flash”), mas curiosamente a direção é de um especialista em terror: David F. Sandberg (“Quandos as Luzes se Apagam” e “Annabelle 2: A Criação do Mal”).

“Shazam!” é o segundo filme na fila de estreia dos heróis da DC após “Aquaman”, previsto para dezembro de 2018, e antes de “Mulher-Maravilha 2”, que chega em novembro do ano seguinte. As filmagens vão começar em fevereiro em Toronto, no Canadá, com uma estimativa de lançamento para abril de 2019.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna