Monica Iozzi apaga contas nas redes sociais após brigar com defensores da Lava Jato

Monica Iozzi apaga contas nas redes sociais após brigar com defensores da Lava Jato

 

A atriz Monica Iozzi apagou suas contas no Twitter e no Instagram após usar as redes sociais para reclamar de uma ação de marketing das lojas Marisa para o Dia das Mães, que virou briga com os defensores da Lava Jato. A publicidade fazia uma sutil referência ao depoimento do ex-presidente Lula ao juiz Sérgio Moro, dizendo que, se alguma mãe ficasse sem presentes, a culpa não era da Marisa.

“Não interessa o que Lula disse! Não interessa a interpretação de ninguém sobre o que ele disse. Esqueçam o Lula! Estamos falando sobre uma senhora que sofreu muito antes de morrer”, escreveu a atriz.

“Uma empresa utilizar a imagem de uma pessoa falecida para fazer marketing???? Onde vamos parar? Meu Deus!!! Não há mais respeito a nada no mundo??? Nem à memória de uma mãe, de uma avó? Que nojo. Que tristeza”, ela completou.

No total, foram mais de 4,2 mil respostas à publicação da atriz, a maioria esmagadora em tom crítico, lembrando o que Lula falou sobre sua falecida esposa. Para recordar: “Quem cuidava do apartamento era a dona Marisa”, disse o petista, em referência ao triplex de Guarujá que seria propina da construtora OAS, segundo depoimento do próprio presidente da empresa.

Depois disso, ela decidiu deixar as redes sociais. Apesar de a página no Facebook continuar existindo, a conta no Instagram e no Twitter não estão mais ativas.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.