Festival de Berlim seleciona filmes de duas diretoras brasileiras

Festival de Berlim seleciona filmes de duas diretoras brasileiras

 

O Festival de Berlim anunciou os filmes de sua principal mostra paralela, a Panorama, dedicada a trabalhos de vanguarda, e entre os 11 títulos selecionados se destacam dois filmes de diretoras brasileiras: “Vazante”, de Daniela Thomas, e “Pendular”, de Júlia Murat.

“Vazante” se passa no Brasil de 1821, às vésperas da declaração de independência, enquanto a escravidão ainda vigorava. O drama retrata as raízes do racismo no país e o comunicado oficial de Berlim fala sobre “eventos monstruosos”, sublinhando o peso histórico e social do filme. Daniela Thomas, inclusive, já concorreu à Palma de Ouro do Festival de Cannes com “Linha de Passe” (2008), codirigido por Walter Salles.

“É emocionante que o meu primeiro filme solo, ‘Vazante’, seja selecionado para a mostra Panorama do Festival de Berlim”, disse Thomas em comunicado divulgado pela assessoria Primeiro Plano. “A Berlinale é talvez o festival que mais impacto tenha tido no cinema brasileiro das últimas décadas, premiando ‘Central do Brasil’, Fernanda Montenegro, ‘Tropa de Elite’ e ‘Que Horas Ela Volta’. É uma honra e um privilégio voltar aos grandes festivais de cinema que me deram tanta felicidade, como o de Cannes, em 2008, quando recebi a Palma de Ouro para Sandra Corvelloni, por sua linda Cleuza de ‘Linha de Passe’. Fico muito orgulhosa de ter Sandra mais uma vez brilhando em um filme meu. Meu coração está acelerado.”

Por sua vez, “Pendular” segue uma proposta bem diferente, misturando cinema com dança e escultura para mostrar um relacionamento amoroso. A Berlinale não poupou elogios à produção, descrita como “um tratamento original e filosófico sobre os gêneros no caso de jovens boêmios se aproximando da meia-idade”.

A diretora Júlia Murat foi chamada de “uma verdadeira descoberta” pelos organizadores. Na verdade, porém, ela já foi “descoberta” por seu trabalho anterior, “Histórias que Só Existem Quando Lembradas” (2011), premiado em diversos festivais internacionais.

O Festival de Berlim ocorre entre os dias 9 e 19 de fevereiro na capital alemã. Confira abaixo a lista de filmes anunciados, que ainda deve sofrer acréscimos. E veja aqui a lista de filmes da mostra competitiva do festival.

Seleção da mostra Panorama no Festival de Berlim 2017

“Vazante” (Brasil/Portugal), de Daniela Thomas
“I Am Not Your Negro” (França/EUA/Bélgica/Suíça), de Raoul Peck
“The Wound” (África do Sul/Alemanha/Holanda/França), de John Trengove
“Política, Manual de Instrucciones” (Espanha), de Fernando León de Aranoa
“Combat au Bout de la Nuit (Fighting Through the Night)” (Canadá), de Sylvain L’Espérance
“Casting JonBenet” (EUA), de Kitty Green
“Honeygiver Among the Dogs” (Butão), de Dechen Roder
“Centaur” (Quirguistão/França/Alemanha/Holanda), de Aktan Arym Kubat
“Pendular” (Brasil/Argentina/França), de Julia Murat
“Ri Chang Dui Hua (Small Talk)” (Taiwan), de Hui-chen Huang
“Untitled” (Áustria/Alemanha), de Michael Glawogger, Monika Willi

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna