Westworld: Novo trailer mostra ousadia da série, com cenas de sexo e violência

Westworld: Novo trailer mostra ousadia da série, com cenas de sexo e violência

 

O canal pago HBO divulgou o terceiro trailer de “Westworld”, a nova série sci-fi produzida por J.J. Abrams (criador de “Lost” e diretor de “Star Wars: O Despertar da Força”). Ainda sem legendas, a prévia foca a personagem de Evan Rachel Wood (série “True Blood”), que vive uma vida de sonho, literalmente, ao som de “In Dreams”, de Roy Orbison, até as imagens virarem cenas de pesadelo. O vídeo também mostra cenas ousadas da produção, com mais sexo e violência que o gênero costuma evocar. O personagem do brasileiro Rodrigo Santoro (“Ben-Hur”), por sinal, é responsável por uma morte bem sangrenta.

A série é inspirada no filme de ficção científica “Westworld – Onde Ninguém Tem Alma” (1973), escrito e dirigido por Michael Crichton (o autor de “Parque dos Dinossauros”). O longa original contava a história de um parque de diversões futurístico, em que robôs encenavam situações do Velho Oeste, até um defeito transformar um dos pistoleiros numa ameaça real.

A produção é repleta de atores famosos, como Anthony Hopkins (“Thor”), Ed Harris (“Expresso do Amanhã”), Jeffrey Wright (“Jogos Vorazes: Em Chamas”), Ingrid Bolsø Berdal (“Hércules”), Ben Barnes (“As Crônicas de Nárnia: Príncipe Caspian”), James Marsden (“X-Men”), Thandie Newton (série “Rogue”), Clifton Collins Jr. (“Círculo de Fogo”), Angela Sarafyan (“Era uma Vez em Nova York”), Simon Quarterman (“Filha do Mal”) e Jimmi Simpson (série “House of Cards”).

A adaptação para a TV foi desenvolvida por Jonathan Nolan (roteirista de “Interestelar” e criador da série “Person of Interest”) em parceria com Lisa Joy (roteirista da série “Pushing Dasies”), e a estreia está marcada para 2 de outubro. Assim como “Game of Thrones”, “Westworld” deve ser exibida no mesmo dia nos EUA e no Brasil.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna