Sylvester Stallone viverá chefão da máfia em sua primeira série de TV

Sylvester Stallone viverá chefão da máfia em sua primeira série de TV

 

O ator Sylvester Stallone (“Creed”) vai estrelar sua primeira série de TV. Segundo o site Deadline, ele viverá um chefão da máfia em “Omertà”, série desenvolvida pelo cineasta Antoine Fuqua (“O Protetor”), que adapta o último livro escrito por Mario Puzo (“O Poderoso Chefão”).

“Omertà” é o capítulo final da trilogia mafiosa de Puzo, que inclui o célebre “O Poderoso Chefão” (1969) e “O Último Chefão” (1996). Ele foi publicado postumamente em 2000, como último trabalho completo do escritor, falecido meses antes. O título é referência ao código de honra siciliano, que proíbe aos membros da máfia divulgar informações sobre crimes que sejam negócios pessoais da “família”.

Na série, Stallone vai interpretar o chefe de uma família que se dedica ao crime organizado, o último dos poderosos chefões americanos, Raymonde Aprile, que planeja deixar seu sobrinho como sucessor, apesar de ter três filhos. Spoiler: ele não dura muito na história.

Antoine Fuqua e Stallone dividirão a produção executiva com os irmãos Weinstein. O estúdio The Weinstein Company pretende oferecer o projeto para vários canais/serviços de streaming antes de definir quem ficará com sua exibição. Fuqua também vai dirigir o piloto e trabalhar em seu roteiro.

Além de “Omerta”, o cineasta está produzindo o piloto de “Training Day”, baseado em seu filme policial “Dia de Treinamento” (2001), que rendeu o Oscar para o ator Denzel Washington. Além disso, ele trabalha na pós-produção de seu novo filme, o remake do western clássico “Sete Homens e Um Destino”, que tem estreia marcada para 22 de setembro no Brasil.

Já Stallone será visto a seguir em “Guardiões da Galáxia Vol. 2”, com lançamento previsto para 4 de maio de 2017. Ele também está comprometido com dois longas que ainda não entraram em pré-produção: a continuação de “Creed” e “Scarpa”, de Brad Furman (“Aposta Máxima”), em que viverá o personagem-título, outro chefão mafioso.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna