Pesquisa revela: só 10% das cidades do Brasil têm cinema

Pesquisa revela: só 10% das cidades do Brasil têm cinema

 

Só 10,4% das cidades do Brasil tem cinema. A descoberta aterradora foi resultado de uma pesquisa realizada em 5.570 municípios brasileiros pelo IBGE, entre julho de 2014 e março deste ano.

O panorama se torna ainda mais sombrio quando se leva em conta que a maioria desses cinemas estão concentrados em cidades com mais de 500 mil habitantes, localizadas nas regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste.

O levantamento revela também que 23,4% das cidades possuem teatro ou sala de espetáculos, 27,2% museu, e 37% um centro cultural. E também comprovou o declínio das videolocadoras (menos 34,5% em relação a 2006), lojas de CDs (menos 32,4%) e livrarias (menos 8,7%). Segundo os analistas do IBGE, trata-se de um retrato das transformações causadas pela popularização dos DVDs e dos formatos digitais, além da concentração do mercado em grandes redes, com o fechamento de lojas menores.

Vale observar ainda que a oferta de provedores de internet subiu 43,6%.

A apuração mais curiosa, porém, revelou a quantidade de pontos de cultura (projetos apoiados pelo Ministério da Cultura para estimular o acesso à cultura e a fortalecer identidades culturais) no país: 3.422, em 1.258 municípios, com maior concentração no Rio e Ceará. Este número diverge bastante do dado oficial do ministério: 4.502. O governo federal diz que tem mil pontos a mais do que foi verificado.

Apesar do baixo número de cinemas no Brasil, o IBGE levantou que 24 estados investem na produção cinematográfica, com destaque para o Rio Grande do Sul (60), Pernambuco (54) e São Paulo (42). Em 2014, 1.849 filmes receberam apoios estaduais. Dos municípios, apenas 6% apoiam financeiramente a produção de filmes.

O objetivo das pesquisas municipal e estadual foi investigar a infraestrutura dos governos para o setor cultural, os recursos humanos, a legislação específica e os projetos desenvolvidos, entre outras características, concluindo que, apesar desses números catastróficos, 94,5% dos municípios contam com algum órgão para tratar da cultura. No entanto, só 54,6% tem política para o setor.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna