O Jovem Messias: Filme do menino Jesus, da autora de Entrevista com o Vampiro, ganha primeiro trailer

O Jovem Messias: Filme do menino Jesus, da autora de Entrevista com o Vampiro, ganha primeiro trailer

 

A Paris Filmes divulgou o primeiro trailer legendado de “O Jovem Messias”, adaptação de “Cristo Senhor – A Saída do Egito”, da escritora Anne Rice (autora de “Entrevista com o Vampiro”). A trama é baseada na infância de Jesus e mistura elementos de ficção com a trajetória do pai do cristianismo, o que pode dar margem a polêmicas. A prévia, por sinal, mostra Jesus como um menino de cabelos longos, sedosos e praticamente loiros, interpretado pelo ator-mirim inglês Adam Greaves-Neal (série “Sherlock”), que tem o mesmo tom branquinho de pele dos intérpretes dos romanos na produção. Só faltaram os olhos azuis de Max Von Sydow.

Entre os coadjuvantes, destacam-se ainda dois atores ingleses da série “Game of Thrones”: Sean Bean, como o legionário romano que caça a família de José, e David Bradley como um velho rabino. O elenco europeu também inclui o inglês Jonathan Bailey como o Imperador Herodes, a italiana (claro) Sara Lazzaro (“Andarevia”) como Maria e o irlandês Vincent Walsh (série “Lost Girl”) como José.

Roteiro e direção ficaram a cargo de Cyrus Nowrasteh, americano de descendência iraniana, que dirigiu o excelente “O Apedrejamento de Soraya M.” (2008), sobre a cultura machista, baseada em dogmas religiosos, do Irã contemporâneo. É difícil ver uma relação entre os dois filmes, a não ser como antítese.

A produção foi realizada sob influência da atual cultura de franquias de Hollywood, prevendo uma continuação. Caso o menino Jesus loirinho agrade, sua história continuaria com a adaptação de “Cristo Senhor – O Caminho para Caná”, segundo volume da saga de Anne Rice. A autora, que criou o vampiro Lestat, planejou “Cristo Senhor” como uma quadrilogia literária. Portanto, nada melhor que lançar o trailer no Natal, dia internacional do comércio.

“O Jovem Messias” tem estreia prevista para 10 de março no Brasil.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna