Beyoncé teria topado estrelar o remake de Nasce uma Estrela

Beyoncé teria topado estrelar o remake de Nasce uma Estrela

 

A cantora Beyoncé, que nos últimos meses começou a frequentar aulas de interpretação, estaria se preparando para estrelar o novo remake do musical clássico “Nasce uma Estrela”. Quem garante é a coluna de fofocas Page Six, do jornal New York Post. E, não, a notícia não é velha.

Beyoncé esteve cotada para o papel há três anos, mas desistiu devido à sua gravidez. Na época, a direção estava por conta de Clint Eastwood, que, ao perder sua protagonista favorita, acabou optando por filmar “Sniper Americano”. Pois agora, numa dessas reviravoltas típicas de Hollywood, o astro de “Sniper Americano”, Bradley Cooper, assumiu o remake, que ele pretende transformar em sua estreia na direção. Eastwood, entretanto, continua ligado ao projeto, na condição de produtor executivo – e possivelmente guia de Cooper na direção.

A primeira iniciativa do novo diretor foi justamente procurar a candidata original ao papel. E desta vez Beyoncé teria dito sim.

Ela reprisará o papel que já foi interpretado nos cinemas por Janet Gaynor (1937), Judy Garland (1954) e Barbra Streisand (1976): uma cantora em início de carreira que se apaixona por um astro decadente.

Por curiosidade, Eastwood se aproximou de Cooper, ainda na época do projeto original, com a ideia de que ele fosse o protagonista masculino do filme, o tal astro decadente. Mas mesmo com a desistência temporária de Beyoncé, o encontro acabou sendo proveitoso, visto como “Sniper Americano” rendeu US$ 344 milhões nas bilheterias americanas.

Não está claro se Cooper pretende acumular a direção do filme com o papel de protagonista masculino. O roteiro, por sua vez, foi escrito por Will Fetters, que já adaptou dois melodramas de Nicholas Sparks, “Um Homem de Sorte” (2012) e “O Melhor de Mim” (2014).

“A Star Is Born” ainda não tem cronograma de filmagem e nem data de estreia definidos.

Bradley Cooper já havia demonstrado interesse em se tornar diretor antes. Seus planos eram estrear na função em “Honeymoon with Harry”, que ele também pretendia estrelar, ao lado de Robert De Niro (“Ajuste de Contas”). Os dois, por sinal, serão vistos juntos em “Joy – O Nome do Sucesso”, que chega aos cinemas americanos em 25 de dezembro, mas apenas em 21 de janeiro no Brasil.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna