Série Gilmore Girls terá continuação no Netflix

 

A série “Gilmore Girls” vai voltar, mas não na televisão. Os dramas de Lorelai e Rory, a jovem mãe e sua filha, ganharão continuação no site Netflix. O site TV Line apurou que o serviço de streaming fechou um acordo com a Warner Bros. para produzir uma minissérie derivada da atração, que reunirá novamente as atrizes Lauren Graham e Alexis Bledel.

Exibida de 2000 a 2007, “Gilmore Girls” acompanhava o cotidiano da mãe solteira Lorelai Victoria Gilmore (Lauren Graham) e sua filha Lorelai “Rory” Leigh Gilmore (Alexis Bledel) na cidadezinha fictícia de Stars Hollow, aproveitando para explorar diversos temas de relacionamentos, como família, amizades, conflitos geracionais e classes sociais. Repleta de personagens bem peculiares, a atração ainda serviu para lançar a carreira de muitos astros, como a comediante Melissa McCarthy (“As Bem Armadas”) e os então adolescentes Jared Padalecki (série “Supernatural”) e Milo Ventimiglia (série “Heroes”).

A série foi encerrada em sua 7ª temporada, com a jovem Rory se formando na faculdade. Os novos episódios a mostrarão crescida, nos dias atuais, de forma a poder abordar a morte recente do ator Edward Hermann, que interpretou seu avô na trama.

O formato escolhido para a minissérie, por sinal, é inusitado. Serão quatro episódios apenas, mas de 90 minutos de duração. Cada capítulo será como um telefilme diferente, passando-se em períodos distintos. A divisão refletirá estações diferentes de um ano – isto é, Inverno, Primavera, Verão e Outono.

A atração terá roteiro da criadora da série, Amy Sherman-Palladino, e será produzida por seu marido Daniel Palladino, que também trabalhou na produção original. Com isso, Amy recuperará o controle das personagens que criou. Vale relembrar que ela se afastou de “Gilmore Girls” durante a 7ª e última temporada, devido a uma disputa de contrato com a Warner Bros. Em junho deste ano, durante uma reunião do elenco no Festival ATX, a produtora disse que a série não terminou como ela gostaria. Na ocasião, ela mencionou que adoraria poder concluir a narrativa à sua maneira, algo que não aconteceu em 2007.

A minissérie também marcará o terceiro revival de atrações clássicas da TV produzido pelo Netflix, após o sucesso da 4ª temporada da série de comédia “Arrested Development” e a vindoura continuação/spin-off de “Três É Demais”, intitulada em inglês “Fuller House”, que estreia em 2016.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna