Ator de Big Little Lies será o herói Aqualad na série Titãs



A série “Titãs” mostrará mais um dos integrantes da formação original do grupo de super-heróis dos quadrinhos. O ator Drew Van Acker, que ficou conhecido pelo papel de Jason DiLaurentis (o irmão de Alison e Spencer) em “Pretty Little Liars”, foi escalado para interpretar Aqualad na produção da plataforma DC Universe.

Para quem não conhece o histórico dos personagens, a “Turma Titã” original foi criada pelo roteirista Bob Haney em 1964, quando ele juntou Robin, Kid Flash e Aqualad, os parceiros adolescentes (então com 13 anos) de Batman, Flash e Aquaman, numa mesma aventura. Foi um grande sucesso editorial e a DC voltou a reunir os heróis mirins mais duas vezes antes de decidir lançar uma revista com o grupo, batizada de “Teen Titans”, em inglês, com a inclusão de Dianinha, a Moça-Maravilha, e eventualmente também de Ricardito (Speedy), que, com o tempo, viraram Arsenal e Troia. Outros personagens importantes dessa fase foram Lilith, Rapina e Columba.

Robin também mudou sua identidade para Asa Noturna nos anos 1980 (e logo Kid Flash virou Flash, Aqualad, Tempestade, e Lilith se tornou Sina) e até a Turma Titã teve sua denominação alterada para Novos Titãs, numa fase em que a equipe deixou de ser totalmente teen, formada por Asa Noturna, Ciborgue, Ravena, Estelar e Mutano, praticamente a equipe da série – e da animação “Jovens Titãs”.

Mas as mudanças não acabaram ali. Quando novos membros deram origens a outras formações – e à Justiça Jovem – , a equipe original voltou a se reunir, já adulta, sob o nome simplificado de Titãs, o mesmo escolhido para a produção live action.

Aqualad era o único personagem que ainda não tinha sido visto em carne e osso na televisão. “Titãs” incluiu Donna Troy, a Moça-Maravilha, em sua 1ª temporada. E as séries do Arrowverso mostraram Kid Flash e Arsenal. Como a atração do DC Universe não faz parte do Arrowverso, é possível que esses dois personagens também sejam introduzidos com novos intérpretes.



Uma curiosidade sobre a escalação de Drew Van Acker é que Aqualad tem sido representado como um personagem negro na série animada da Justiça Jovem, exibida no mesmo DC Universe. O fato da “Titãs” preservar a etnia original do herói contrasta com a recente contratação de uma atriz inglesa negra para viver a vilã branca/asiática Mercy Graves em sua 2ª temporada.

Uma possível explicação é que o Aqualad de “Titãs” não é o mesmo de “Justiça Jovem”. A série vai mostrar Garth, fundador dos Titãs, e não Kaldur’ahm, o líder da Justiça Jovem.

Após os “Novos 52”, mais recente reboot dos quadrinhos da DC Comics, as publicações “Caça aos Titãs” (Titans Hunt) e “Universo DC Renascimento” (DC Rebirth) voltaram a considerar a cronologia histórica e reuniram mais uma vez os fundadores originais dos Titãs – inclusive Lilith, morta numa minissérie traumática, e Kid Flash, perdido na Força de Aceleração (speed force).

Será interessante ver como a série do DC Universe irá abordar a reunião de Garth com Dick Grayson (o Robin, vivido por Brenton Thwaites) e Donna Troy (Conor Leslie), e se outros Titãs originais vão aparecer ao encontro.

Criação de Akiva Goldsman (roteirista de “A Torre Negra”), Greg Berlanti (responsável por todas as séries do Arrowverso) e Geoff Johns (cocriador de “The Flash”), “Titãs” tem distribuição no Brasil pela Netflix.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings