Kanye West lança clipe estranho de música machista em premiação pornô



Kanye West lançou o clipe “I Love It”, sua colaboração com Lil Pump, que foi liberado durante uma premiação pornô, que o rapper magnata supervisionou como diretor criativo.

O vídeo rendeu uma encenação bizarra, em que os dois cantores aparecem com vestes enormes e quadradonas, olhando para cima, enquanto caminham por um corredor com chinelos gigantes de hospital.

A letra é um disparate, que chama mulheres de prostitutas e vadias, do jeito como Kanye diz que gosta delas. Mas vale reparar que ele aparece preocupado e olhando para os lados cada vez que solta um palavrão machista, como se percebesse que o estilo de rap pornô do 2 Live Crew pega mal hoje em dia.

O final do vídeo revela que os dois são, na verdade, dois homenzinhos ridículos, que olhavam para cima porque a comediante Adele Givens (“Um Salão do Barulho”) faz uma participação como mulher gigante, dando ao final uma resposta para os comentários mesquinhos da canção. Sua frase comenta que antigamente mulheres não podiam falar nada, só fingir orgasmos, e agora exigem o direito de gozar.



A sugestão de desenho animado – ou do videogame Roblox – foi dirigida pelo próprio Kanye em parceria com Amanda Adelson e com produção do cineasta Spike Jonze (“Ela”). E o resultado é estranho, muito estranho, como se Kanye quisesse contrabandear seu machismo com uma piscadela para o público empoderado.

Por curiosidade, a participação de Kanye no Pornhub Awards foi consequência de uma entrevista ao talk show de Jimmy Kimmel no mês passado. Questionado sobre como ser pai de meninas mudou sua atitude em relação às mulheres, o rapper respondeu que continuava olhando o Pornhub. O site lhe ofereceu uma assinatura premium vitalícia e o convidou a palpitar na premiação.


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings