iZombie é renovada para a 5ª temporada

iZombie é renovada para a 5ª temporada

 

A rede americana CW anunciou a renovação de “iZombie” para sua 5ª temporada.

A série era a última atração da emissora que ainda não tinha seu destino definido, e a baixa audiência – 770 mil ao vivo e 0,25 na demo – parecia indicar um desfecho trágico para a história de Liv (vivida por Rose McIver).

Mas a produção acabou se juntando às outras 11 séries renovadas do canal, que só anunciou dois cancelamentos na temporada: “Life Sentence” e “Valor”. Além destas, “The Originals” também chegou ao fim, mas com encerramento programado.

Como boa parte da programação do CW, “iZombie” é baseada em quadrinhos (criados por Chris Roberson e Michael Allred, e publicados pelo selo Vertigo da DC Comics). A adaptação é de Rob Thomas, criador da cultuada série “Veronica Mars”, em parceria com Diane Ruggiero (roteirista de “Veronica Mars”), e não por acaso a série evoca o humor ácido da antiga atração.

A trama gira em torno de Liv (Rose McIver), uma estudante de medicina que arruma emprego como legista após ser transformada em zumbi, para assim ter acesso a cadáveres e disfarçar seu hábito de comer cérebros humanos. O problema é que, a cada cérebro que ela consome, ela herda as memórias e os hábitos do cadáver, e com a ajuda de seu chefe no necrotério e de um detetive de polícia, ela passa a resolver casos de homicídio, a fim de acalmar as vozes perturbadoras em sua cabeça. Esta rotina bem administrada só não contava com uma explosão populacional de zumbis em Seattle, que acabou com seu segredo na temporada anterior.

O elenco também incluiu Malcolm Goodwin, Rahul Kohli, Robert Buckley, David Anders, Aly Michalka e Robert Knepper, que recentemente foi denunciado por assédio sexual. Já a principal novidade da temporada é a participação da atriz Izabela Vidovic, que interpretou a jovem Kara Danvers em um episódio recente de “Supergirl”.

A 4ª temporada encerra-se em 28 de maio nos Estados Unidos. A série é exibida no Brasil pelo canal pago Warner.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna