The Oath: Série criminal com Sean Bean, Ryan Kwanten e Katrina Law é renovada para a 2ª temporada

The Oath: Série criminal com Sean Bean, Ryan Kwanten e Katrina Law é renovada para a 2ª temporada

 

O serviço de streaming Crackle renovou a série “The Oath” para sua 2ª temporada, que traz um ótimo elenco numa história ultraviolenta de policiais corruptos.

Reminiscente de “The Shield” e “Sons of Anarchy”, dois clássicos modernos da TV americana, a série explora o submundo das gangues de policiais, sociedades corruptas e secretas que fazem de tudo para permanecer impunes.

O elenco destaca Ryan Kwanten (o Jason Stackhouse de “True Blood”), Katrina Law (a Nyssa al Ghul de “Arrow”), Joseph Julian Soria (o Marco de “Animal Kingdom”), Cory Hardrict (“Sniper Americano”), Michael Malarkey (o Enzo de “The Vampire Diaries”), Sean Bean (o Ned Stark de “Game of Thrones”) e Arlen Escarpeta (o príncipe Ess de “The Magicians”), que não voltará na 2ª temporada por conta do destino de seu personagem.

A tensão, violência e seu elenco estelar chamaram atenção do público, que teria sido o maior já registrado para uma série do serviço de streaming, segundo revelou Eric Berger, diretor geral da Sony Crackle, durante evento de apresentação da programação de 2018 da plataforma (também conhecido como upfront) nesta terça (24/4) em Nova York.

“Nosso público realmente respondeu a essa série autêntica, crua e atraente”, disse Berger. “Estamos ansiosos para dar o próximo passo juntos. ”

A série foi criada por Joe Halpin (roteirista de “Havaii Five-0”), que anteriormente trabalhou como policial infiltrado para o departamento de narcóticos em Los Angeles, e tem produção de Curtis Jackson (“Power”), também conhecido como o rapper 50 Cent.

Com 10 episódios em sua 1ª temporada, “The Oath” estreou em 8 de março no Crackle, inclusive no Brasil. Saiba aqui como assistir ao Crackle no país.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna