Stan Lee processa ex-empresário por fraude, desvio de milhões e abuso de idoso

Stan Lee processa ex-empresário por fraude, desvio de milhões e abuso de idoso

 

O criador do universo de super-heróis Marvel, Stan Lee, abriu um processo contra seu ex-empresário, Jerardo Olivarez, por abuso de idoso, fraude e desvio de US$ 4,6 milhões de sua conta.

O célebre autor de quadrinhos de 96 anos de idade também acusa Olivarez de um esquema que teria vendido ampolas de seu sangue para colecionadores por milhares de dólares em Las Vegas.

De acordo com o site Deadline, Olivarez, que era próximo da filha de Lee, também teria usado uma organização de caridade de fachada chamada Hands of Respect para enriquecimento próprio. A ação de Lee pede uma auditoria de suas contas e a restituição do dinheiro desviado.

O processo veio à tona após a revista The Hollywood Reporter denunciar que Stan Lee era abusado pela própria filha, com ajuda de um cuidador recentemente contratado, enquanto seu patrimônio estava sendo dilapidado.

Atualmente, Lee conta com um patrimônio entre US$ 50 milhões e U$ 70 milhões – recebendo US$ 1 milhão da Marvel por ano.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.