Rumores de que Zack Snyder foi demitido de Liga da Justiça ganham força

Rumores de que Zack Snyder foi demitido de Liga da Justiça ganham força

 

Quando o afastamento de Zack Snyder de “Liga da Justiça” veio à tona, em maio do ano passado, a decisão foi atribuída a uma tragédia pessoal. O diretor teria decidido se afastar da produção após o suicídio de sua filha, aos 20 anos de idade.

A morte de Autumn foi mantida em sigilo por dois meses e o diretor e sua esposa chegaram a suspender a produção no filme por duas semanas, para lidar com a tragédia. A mulher do cineasta, Deborah Snyder, é produtora do longa-metragem.

Entretanto, nos últimos dias, diversas publicações ouvirem fontes contarem uma história diferente. A Warner teria aproveitado a tragédia para colocar Joss Whedon no filme e pressionar Snyder a se afastar.

Josh L. Dickey, ex-editor do site Mashable, revelou ter sido informado dos problemas de bastidores na época, mas não publicou a história por questões que não compartilhou. E Matt Goldberg, do Collider, compartilhou comentários de que a edição de “Liga da Justiça” que Snyder apresentou para os executivos da Warner foi considerada “inassistível” de tão ruim.

Por conta disso, Snyder teria sido demitido e Joss Whedon contratado para tentar salvar a produção. O tempo de filmagens adicionais foi maior que o costume, mas a necessidade financeira de aproveitar o material já filmado gerou um conflito de tons entre o trabalho dos dois diretores, que ajudou na percepção de que “Liga da Justiça” representava um fracasso.

Os rumores já existiam no ano passado sem que Snyder tivesse se manifestado a respeito deles. Agora que ressurgem com mais força, aguarda-se uma versão do diretor para essa história.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.