James Hetfield vai virar ator no filme sobre o serial killer Ted Bundy

James Hetfield vai virar ator no filme sobre o serial killer Ted Bundy

 

James Hetfield vai estrear como ator de cinema aos 54 anos. O cantor e guitarrista da banda Metallica entrou no elenco de “Extremely Wicked, Shockingly Evil and Vile”, filme sobre o serial killer mais famoso dos EUA, Ted Bundy.

O roqueiro interpretará o oficial Bob Hayward, um patrulheiro rodoviário veterano de Utah, que foi o primeiro policial a prender Bundy em 1975.

Será a primeira vez que Hetfield terá um papel diferente de si mesmo numa produção live action. Ele já tinha aparecido anteriormente em séries, filmes e até animações como cantor do Metallica.

Joe Berlinger, diretor do filme, já filmou Hetfield previamente nos documentários “Metallica: Some Kind of Monster” (2004) e “Metallica: This Monster Lives” (2014).

Ele também é conhecido por realizar a trilogia de documentários “Paradise Lost”, que acabou ajudando a libertar três jovens presos injustamente após o assassinato ritual de crianças em West Memphis. O caso rendeu comoção nacional, porque eles foram condenados por serem fãs de heavy metal.

Além destes e outros documentários, ele dirigiu apenas um filme de ficção há 17 anos, o terror “A Bruxa de Blair 2: O Livro das Sombras” (2000), que, em retrospectiva e comparado ao novo “Bruxa de Blair” (2016), não era tão ruim assim.

O roteiro de “Extremely Wicked, Shockingly Evil and Vile” é de Michael Werwie (do vindouro suspense “Lost Girls”, com Sarah Paulson) e a produção está a cargo de Nicolas Chartier, responsável pelos filmes premiados no Oscar “Guerra ao Terror” (2009) e “Clube de Compra Dallas” (2013).

O elenco destaca Zac Efron (“Baywatch”), que tem o papel principal, além de Kaya Scodelario (“Maze Runner: A Cura Mortal”), Lily Collins (“O Mínimo para Viver”), John Malkovich (“Horizonte Profundo: Desastre no Golfo”), Terry Kinney (série “Billions”), Jim Parsons (série “Big Bang Theory”), Haley Joel Osment (o menino agora crescido de “O Sexto Sentido”) e Dylan Baker (série “The Good Wife”).

A trama se concentrará na relação disfuncional entre Bundy (Efron) e sua namorada Liz Kloepfer (Collins), que durou sete anos. Os dois se conheceram em 1969 e por três vezes ela o denunciou à polícia por comportamento violento. Nos anos 1970, Bundy ficou famoso por raptar, violentar e assassinar mulheres jovens. Antes de ser executado na cadeira elétrica em 1989, aos 42 anos, Bundy confessou 30 assassinatos, ocorridos, segundo ele, entre 1974 e 1978.

A vida de Bundy já inspirou alguns filmes, a maioria feita para a TV e nenhum particularmente memorável.

O novo longa ainda não tem previsão de estreia.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna