SAG Awards: Premiação do sindicato presta homenagem a atores que denunciaram assédio

SAG Awards: Premiação do sindicato presta homenagem a atores que denunciaram assédio

 

O SAG Awards 2018, premiação do Sindicato dos Atores, tirou um momento em meio à consagração dos melhores intérpretes do ano, durante a cerimônia realizada na noite de domingo (21/1) em Los Angeles, para homenagear as atrizes e atores que denunciaram o assédio sexual em Hollywood, ajudando a derrubar homens poderosos e mudando o clima na indústria do entretenimento.

Rosanna Arquette, uma das primeiras atrizes a denunciar Harvey Weinstein na imprensa, puxou o assunto, antes de apresentar o prêmio de Melhor Atriz em Série Limitada, ao lado de Marisa Tomei. “Temos a honra de fazer parte dessa comunidade criativa e nos sentimos inspiradas pelo fato de que tantas vozes poderosas já não sejam silenciadas pelo medo da retaliação. Podemos controlar nosso próprio destino”, ela disse.

Tomei aproveitou para exaltar a coragem da colega: “Você é uma dessas vozes. Você é uma das quebraram o silêncio e todos nós temos uma dívida de gratidão”.

Emocionada com os aplausos, Arquette citou, com a ajuda de Tomei, outros que se manifestaram na primeira leva de denúncias. “Estou aqui apoiando muitas mulheres: Ásia Argento, Annabella Sciorra, Ashley Judd, Daryl Hannah, Mira Sorvino. Tantas. Anthony Rapp, Olivia Munn. Todos vocês, obrigado”.

Ashley Judd foi uma das primeiras atrizes a acusar Weinstein de assédio, na reportagem que iniciou tudo, publicada no jornal The New York Times e assinada pelas jornalistas Jodi Kantor e Megan Twohey.

Cinco dias depois, o New Yorker publicou sua própria investigação, realizada por Ronan Farrow, em que Sorvino, Arquette, Argento e outras compartilharam com mais detalhes suas experiências de assédio – e até estupro – nas mãos de Weinstein.

Desde então, muitos outros se apresentaram com acusações semelhantes contra o magnata, abrindo caminho para novas denúncias, como a de Anthony Rapp, um dos poucos homens que se manifestaram, cujo relato desconcertante derrubou Kevin Spacey. Diversos astros, produtores e cineastas caíram em seguida, um atrás do outro, após terem seus segredos revelados em público, empoderando um movimento, que ganhou a hashtag MeToo nas redes sociais.

O canal pago TNT exibe a cerimônia completa na noite desta segunda (22/1).

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna