Michael Douglas revela que será acusado de assédio por ex-funcionária

Michael Douglas revela que será acusado de assédio por ex-funcionária

 

O ator Michael Douglas resolveu trazer à tona uma acusação de assédio sexual que deverá sofrer. Ele adiantou a notícia na noite de quarta-feira (9/1), numa entrevista exclusiva ao site Deadline, após ser procurado pelas revistas Variety e The Hollywood Reporter para comentar a denúncia de uma ex-funcionária. Ele negou as acusações, que ainda não foram publicadas, e não revelou o nome de sua acusadora, dizendo que trabalhou com ela há mais de 30 anos e que atualmente ela é uma blogueira.

Douglas disse ter tomado a iniciativa de revelar a acusação para ter controle da narrativa, já que foi procurado por jornalistas no final do ano para responder à denúncia de ter se masturbado diante da mulher e atrapalhado a carreira dela.

“Nem sei por onde começar. É uma mentira completa, uma notícia fabricada, não há nenhuma verdade sobre isso”, ele afirmou na entrevista. “Eu me orgulho de apoiar o movimento feminino (contra assédio sexual em Hollywood). Minha mãe foi atriz, eu sou casado com uma atriz e tenho apoiado esse movimento integralmente nos últimos anos. Tive cerca de 20 mulheres que trabalharam como executivas em minha empresa em diversas áreas nos últimos anos. Dividi a produção de mais de 20 filmes com mulheres, sem contar todas as centenas de atrizes com quem trabalhei.”

De acordo com Douglas, a acusação, mesmo que ainda não tenha sido publicada, o machucou. “É extremamente doloroso. Eu me orgulho da reputação que tenho nesse negócio, sem contar toda a história do meu pai (o ator Kirk Douglas). Não tenho esqueletos no meu armário ou alguma outra coisa escondida. Estou perplexo que, depois de 32 anos, essa história está aparecendo agora. A parte que mais machuca é ter que dividir esse tipo de coisa com sua mulher e seus filhos. Meus filhos estão muito tristes, indo para a escola preocupados que saia alguma matéria dizendo que eu sou um abusador. Eles estão assustados”, falou o ator.

Michael Douglas também revelou que tem o apoio da mulher, a atriz Catherine Zeta-Jones. “Minha mulher tem uma longa carreira como atriz e ela tem me apoiado. Então o que é isso? A mulher (que o acusa) é uma blogueira. Fizemos uma rápida pesquisa e vimos que ela menciona o meu nome às vezes no seu blog, mas nada terrível. Isso me faz acreditar que ela escreveu ou está tentando escrever um livro. Não acredito que alguém pode causar tanto sofrimento a outra pessoa como ela está fazendo. Talvez ela esteja descontente com o rumo de sua carreira e esteja guardando rancor”.

Ele afirmou que resolveu trazer a denúncia à tona, para negá-la prontamente e evitar uma repercussão que não possa ser controlada. “Eu tinha a opção de esperar pela história, que claramente seria repercutida por outros jornais e revistas, e então teria que tentar me defender. Ou poderia sair à frente da história e tentar compartilhar com o público meus pensamentos e preocupações”, afirmou. “Isso é realmente debilitante. Pode ter um grande efeito na minha carreira. E também, acho que realmente envia uma mensagem sobre o movimento. Olha, eu apoio o movimento #metoo com todo meu coração. Eu sempre apoiei as mulheres, ao longo do caminho. Mas este é o tipo de passo que pode implodir esse movimento. Ser acusado, sem prova alguma ou corroboração de outras pessoas”.

Segundo o ator, a revista The Hollywood Reporter contatou diversos ex-funcionárias dele, em busca de denúncias que confirmassem seu mau comportamento. “Pessoas com quem trabalhei ao longo dos anos me contataram, avisando que foram procuradas para comentar essa história sobre Michael Douglas e assédio. Estão tentando obter qualquer corroboração. Pelo que me foi dito, tenho motivos para acreditar que ninguém mais se apresentou. Eu trabalhei com mulheres toda a minha vida. Nunca foi um problema”, comentou.

“Estou tendo dificuldade em entender isso. Sou muito grato à minha família e parceiros de negócios que me apoiam. Tenho medo, tenho trabalhos com estúdios que por enquanto me apoiam neste momento. Mas estou ferido, realmente machucado e ofendido”, completou.

O próximo filme de Michael Douglas é “Homem-Formiga e a Vespa”, da Marvel, que estreia em 5 de julho no Brasil.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna