James Franco é acusado de assédio sexual após vencer Globo de Ouro 2018

James Franco é acusado de assédio sexual após vencer Globo de Ouro 2018

 

A vitória do ator James Franco como Melhor Ator de Comédia no Globo de Ouro 2018 incomodou algumas atrizes engajadas no movimento Time’s Up. Na premiação, o diretor e protagonista de “O Artista do Desastre” usou um broche do movimento, que prega o fim do assédio sexual, o que motivou denúncias até então desconhecidas.

A atriz Violet Paley tuitou que James Franco a teria forçado a fazer sexo oral em um carro e ainda acusou o ator assediar uma menor de idade.

“Que fofo esse pin do #TimesUp, James Franco. Você se lembra de quando empurrou a minha cabeça para perto do seu pênis exposto no carro? E aquela outra vez em que você falou para uma amiga minha ir até o seu hotel quando ela tinha 17 anos? Isso depois de você já ter sido pego fazendo aquilo com outra menina de 17 anos?”

A acusação foi seguida por um desabafo da atriz Sarah Tither-Kaplan, que escreveu: “Parece que abusadores conhecidos usando preto é o novo preto”. Em seguida, ela denunciou Franco de tentar fazê-la ficar nua numa de suas produções sem ter combinado isso antes.

“Ei, James Franco. Muito legal esse pin do #TimesUp no Globo de Ouro. Mas você se lembra de que, umas semanas atrás, você me falou que a nudez completa que eu fiz em um dos seus filmes por US$100/dia não era exploratória, pois eu assinei um contrato? Chega disso!”.

Veja os tuítes abaixo.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna