Enfermeiras acusam Stan Lee de assédio sexual

Enfermeiras acusam Stan Lee de assédio sexual

 

A maior lenda viva dos quadrinhos, criador de personagens como Homem-Aranha, X-Men e os Vingadores, Stan Lee entrou na lista dos assediadores sexuais de Hollywood aos 95 anos de idade.

Presente na maioria dos filmes da Marvel, o figurante mais famoso do cinema foi denunciado por enfermeiras que trabalharam em sua casa, em Los Angeles. Elas afirmam que foram tocadas diversas vezes por ele, que costumava andar nu pela mansão. Além disso, ele ainda teria pedido para receber sexo oral das funcionárias.

O caso foi revelado pelo tabloide britânico Daily Mail. Segundo a publicação, a empresa de enfermeiras contratada por Lee teria parado de trabalhar com ele após uma série de reclamações e entrado em litígio. Mas a polícia americana não tem registro de nenhuma queixa contra Stan Lee.

Os advogados do empresário rebatem as acusações e afirmam que entraram com uma ação contra a empresa, alegando difamação. “O sr. Lee não será extorquido nem chantageado, e não vai pagar qualquer dinheiro a ninguém porque não fez absolutamente nada de errado”, afirma o advogado Tom Lallas.

Ainda de acordo com Lallas, Lee “nega categoricamente” as acusações “falsas e desprezíveis” e tem total intenção de limpar seu “estelar bom nome”.

No ano passado, ele perdeu sua mulher, Joan B. Lee, com quem foi casado por 70 anos.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.