Brenton Thwaites revela novas fotos como Robin na série Titans

Brenton Thwaites revela novas fotos como Robin na série Titans

 

Após a divulgação oficial da primeira foto de Brenton Thwaites (de “Deuses do Egito” e “Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar”) vestido como Robin, o ator postou mais imagens em seu Instagram. Uma delas traz apenas um detalhe do traje: a icônica letra R. A outra o mostra com o uniforme sob um casaco. Nas legendas, ele informa que começou a gravar suas primeiras cenas como o herói na série “Titans”, baseada nos quadrinhos dos Novos Titãs.

A confirmação do personagem desfaz uma dúvida em relação à produção, que em seu release chamava o protagonista apenas de Dick Grayson, sem identificar se ele apareceria como o Robin original e fundador da primeira versão dos Titãs ou como sua segunda identidade, Asa Noturna, adotada durante a época dos Novos Titãs.

Segundo o a sinopse da produção, a história gira em torno de Dick Grayson, que sai da sombra de Batman para se tornar o líder de um grupo destemido de novos heróis, incluindo Estelar (Anna Diop, da série “24: Legacy”), Ravena (Teagan Croft, da novela “Home and Away”), Mutano (Ryan Potter, da série “Supah Ninjas”, do Nickelodeon), Rapina (Alan Ritchson, da série “Blood Drive”) e Columba (Minka Kelly, da série “Friday Night Lights”).

Para complicar de vez a cronologia, a atriz Lindsey Gort (intérprete da jovem Samantha Jones em “The Carrie Diaries”) também está na série, no papel da detetive de polícia Amy Rohrbach, a parceira de Grayson num arco da revista solo do Asa Noturna.

A “Turma Titã” original foi criada pelo roteirista Bob Haney em 1964, quando ele juntou Robin, Kid Flash e Aqualad, os parceiros adolescentes (então com 13 anos) de Batman, Flash e Aquaman, numa mesma aventura. Foi um grande sucesso editorial e a DC voltou a reunir os heróis mirins mais duas vezes antes de decidir lançar uma revista com os heróis adolescentes, batizada de “Teen Titans”, em inglês.

Os Titãs clássicos também incluíram Ricardito e a Moça-Maravilha, que com o tempo viraram Arsenal e Troia, além de Lilith, Rapina, Columba e outros menos famosos. Robin também mudou sua identidade para Asa Norturna nos anos 1980 (e logo Kid Flash virou Flash e Aqualad Tempestade) e até a Turma Titã virou os Novos Titãs, numa fase em que a equipe trazia Ciborgue, Ravena, Estelar e Mutano. Mas as mudanças não acabaram ali. Quando novos membros deram origens a outras formações – e à Justiça Jovem – , a equipe original voltou a se reunir sob o nome simplificado de Titãs, o mesmo escolhido para a série.

“Titans” está sendo desenvolvida por Akiva Goldsman, após escrever o pior de todos os “Transformers” e transformar “A Torre Negra” num fiasco, em parceria com o produtor Greg Berlanti, responsável pelas séries de super-heróis da DC Comics na rede CW, e Geoff Johns, diretor da DC Entertainment e cocriador de “The Flash”.

A produção será a segunda tentativa de transformar os heróis juvenis da DC Comics em série. O canal pago TNT chegou a encomendar um piloto, mas acabou rejeitando o projeto no ano passado. O roteirista, por sinal, era o mesmo Akiva Goldsman.

Desta vez, a produção está sendo concebida para inaugurar a “Netflix” da DC Comics, um serviço de streaming só com produções dos quadrinhos da editora da Liga da Justiça.

Ainda não há previsão para a estreia da série ou do lançamento do serviço de streaming.

Here we go!!! First fight scene with my R Kicking ass in a downtown Gotham alleyway. #robinrevealed #titans

Uma publicação compartilhada por Brenton Thwaites (@brentonthwaites) em

What's a pirate's favourite letter??? More soon! #titans #robinrevealed

Uma publicação compartilhada por Brenton Thwaites (@brentonthwaites) em

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.