Morbius: Vilão do Homem-Aranha pode ganhar filme próprio

Morbius: Vilão do Homem-Aranha pode ganhar filme próprio

 

O vilão do Homem-Aranha Morbius pode ganhar um filme, com os roteiristas Matt Sazama e Burk Sharpless (dos fracos “Drácula – A História Nunca Contada”, “O Último Caçador de Bruxas” e “Deuses do Egito”). Segundo o site The Hollywood Reporter, a dupla está negociando com a Sony para escrever a adaptação.

O filme se juntaria aos projetos atualmente em desenvolvimento na Sony: “Venom” e “Silver & Black”, sobre o universo do Homem-Aranha. E também abriria a possibilidade de explorar histórias de terror da Marvel, algo que “Novos Mutantes” já pretende fazer.

Criado por Roy Thomas e Gil Kane em 1971, Michael Morbius era um bioquímico vencedor do Prêmio Nobel, que, ao tentar descobrir a cura para um doença sanguínea, transforma-se acidentalmente num vampiro. O personagem tem uma história trágica, que o diferencia de Drácula e outros vampiros malévolos. Além disso, as características de sua transformação lhe renderam a alcunha de “Vampiro Vivo”, ao contrário dos demais, que só viram criaturas da noite após a morte.

Além das aparições como vilão do Homem-Aranha, ele chegou a ter histórias próprias, em que sua natureza nobre lutava contra a sede de sangue, tornando-o um anti-herói.

Caso o projeto realmente vá em frente, será a segunda vez que Morbius é considerado para um filme. Em 2000, a Marvel quase cedeu o personagem para o estúdio Artisan, especializado em terrores baratos.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna