Shameless é renovada para 9ª temporada em tempo recorde

Shameless é renovada para 9ª temporada em tempo recorde

 

O canal pago americano Showtime mal começou a exibir a 8ª temporada de “Shameless” e já decidiu renovar a série para seu 9º ano de produção. O motivo de tanta rapidez foi o sucesso alcançado pelo primeiro episódio da atual temporada, que registrou a segunda maior audiência de toda a atração, desde a estreia em 2011.

Exibido no domingo (5/11), o primeiro capítulo da 8ª temporada foi assistido por 1,89 milhão de telespectadores ao vivo, num aumento de 50% na audiência em relação à estreia do ano anterior. Só um episódio da 3ª temporada foi mais visto que este. E com as reprises a audiência subiu para 2,7 milhões de pessoas.

O resultado também representa a maior audiência deste ano de um programa no Showtime, além de registrar o público mais jovem da demografia do canal.

“Por mais desafiador que possa ser para qualquer show simplesmente manter seus telespectadores na paisagem da TV atual, ‘Shameless’ está adicionando-os em massa”, disse o presidente e CEO da Showtime, David Nevins, em comunicado. “Mas não é nenhum mistério porquê. A reputação da série para criar personagens ricos e ressonantes e para a comédia profunda e profundamente retorcida atrai não apenas espectadores fiéis de longa data, mas um público cada vez maior. E, de forma criativa, a temporada que começou no domingo passado está mais forte do que nunca”.

A ironia é que a série quase foi cancelada em dezembro, diante de um impasse sobre o salário da atriz Emmy Rossum, que travou as negociações para a renovação para a 8ª temporada, ameaçando abandonar a produção se não recebesse aumento. Ela exigia que seu salário fosse equivalente ao de William H. Macy, já que é tão protagonista quanto ele. O canal acabou concordando.

No Brasil, a série é exibida pelo canal pago I.Sat.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna