Harvey Weinstein é expulso da Academia de Televisão dos Estados Unidos

Harvey Weinstein é expulso da Academia de Televisão dos Estados Unidos

 

A Academia da Televisão dos Estados Unidos, responsável pelo prêmio Emmy, expulsou o produtor Harvey Weinstein pelo resto de sua vida.

A decisão foi informada após uma reunião na segunda-feira (6/11) e depois que medidas similares foram anunciadas no mês passado pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, responsável pelo Oscar, e o Sindicato dos Produtores.

Além da expulsão, a Academia da Televisão prometeu revisar de modo detalhado os códigos de conduta da organização, assim como fez a Academia de Cinema.

Weinstein recebeu 17 indicações ao prêmio Emmy, por programas como “Project Runway” e “Project Greenlight”.

Mais de 90 mulheres já acusam publicamente Harvey Weinstein de assédio, agressão ou estupro, segundo levantamento da atriz italiana Asia Argento, desde que Ashley Judd tomou coragem para ser a primeira a falar com a imprensa sobre o comportamento do magnata, em reportagem do jornal The New York Times publicada em 5 de outubro. A denúncia encorajou diversas estrelas famosas a compartilharem suas experiências de terror com Weinstein, entre elas Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow, Rose McGowan, Léa Seydoux e Cara Delevingne. Uma reportagem ainda mais polêmica, da revista New Yorker, apresentou as primeiras denúncias de estupro, inclusive de Asia Argento. E há três semanas o jornal Los Angeles Times desnudou a conexão de Weinstein com o mundo da moda, com denúncias de modelos.

Após o escândalo ser revelado, Weinstein foi demitido da própria produtora, The Weinsten Company, teve os créditos de produtor retirado de todos os projetos em andamento de que participa e foi expulso da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos, responsável pelo Oscar, do BAFTA (a Academia britânica) e do PGA (Sindicato dos Produtores). Sua esposa, Georgina Chapman, estilista da grife Marchesa, pediu divórcio e ele ainda deve enfrentar um processo criminal.

Desde então, outros casos foram denunciados, abrindo as portas para inúmeras acusações de assédios, abusos e até estupros na indústria do entretenimento.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.