Atriz de Scream Queens será mutante telepata na série The Gifted

Atriz de Scream Queens será mutante telepata na série The Gifted

 

A atriz Skyler Samuels, estrela da 1ª temporada de “Scream Queens”, entrou no elenco da série “The Gifted”, que se passa no universo dos filmes e quadrinhos dos X-Men.

O papel de Samuels será recorrente e importante na trama. O nome da personagem está sendo guardado em sigilo, o que provavelmente significa que se trata de uma heroína conhecida da Marvel. Apesar do segredo, seus poderes foram revelados: trata-se de uma mutante telepata, que possui um passado misterioso.

O fato de a atriz ser loira fez muita gente imaginar Emma Frost, vivida por January Jones em “X-Men: Primeira Classe” (2011). Porém, há também as clones da personagem, conhecidas como as irmãs Stepford, em especial Esme Cuckoo, que foi responsável por matar Emma e morreu/ressuscitou várias vezes nos quadrinhos.

Criada por Matt Nix (série “Burn Notice”), a atração começou recentemente a incorporar os Farejadores, mutantes que sofreram lavagem cerebral e são usados para caçar outros mutantes, e a nova telepata pode ser um deles.

Além da personagem de Samuels, “The Gifted” vai introduzir dois outros mutantes conhecidos dos quadrinhos, os irmãos Andreas (o estreante Paul Cooper) e Andrea von Strucker (da vindoura “The Marvelous Mrs. Maisel”). Vale lembrar que o nome da família central da trama é Strucker.

Nos quadrinhos, o Strucker mais famoso é o Barão von Strucker, inimigo do Capitão América, vivido por Thomas Kretschmann em “Vingadores: Era de Ultron” (2015). Andreas e Andrea são seus filhos gêmeos, que tiveram os genes manipulados para ganhar superpoderes.

No próximo capítulo, Reed Strucker (Stephen Moyer, de “True Blood”) conhecerá um segredo de sua família, que provavelmente tem a ver com os gêmeos. Intitulado “threat of eXtinction”, o episódio vai ao ar na noite de segunda (20/11) na Fox, tanto nos EUA quanto no Brasil.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna