Carta de ex-namorada suicida acusa Jim Carrey de lhe ter passado doenças sexuais

Carta de ex-namorada suicida acusa Jim Carrey de lhe ter passado doenças sexuais

 

Os tabloides americanos divulgaram uma carta em que a ex-namorada do ator Jim Carrey, Cathriona White, que se suicidou em 2015, relata ter sido xingada por ele ao confrontá-lo sobre as DSTs (doenças sexualmente transmissíveis) que contraiu durante seu relacionamento. O documento veio à tona após ser anexado ao processo movido contra o ator pelo ex-marido de White, que o acusa de ser o responsável pela morte da maquiadora.

“Eu queria uma desculpa e que fosse assumida a sua responsabilidade. Dizer: ‘Eu te passei isso, intencionalmente ou não e entendo que é algo que vai te afetar pelo resto da vida, seus futuros relacionamentos (ou a ausência deles por causa disso). O que podemos fazer para consertar isso? Fui desrespeitada, humilhada, chamada de prostituta, oportunista, nosso relacionamento foi menosprezado. Eu realmente não acho que você pode dizer que eu sou uma vagabunda ingrata pela qual você fez tanto e tirou vantagem. Isso simplesmente não é verdade. Estou machucada. Quando tomo banho, passo mal pensando em ‘o que é isso?’. Definitivamente não sei o que vai acontecer comigo, então tenho que aceitar algo que sempre tive medo: ficar sozinha”, diz a maquiadora na carta.

Em mensagens de texto também incluídas no processo, o ator diz a ex-namorada que as DSTs – Herpes tipo 1, Herpes tipo 2 (herpes genital) e gonorréia – podem ter sido contraídas por ela antes do início da relação dos dois, que durou de 2012 a 2015.

“Pode ter sido de alguém antes de mim” diz uma das mensagens. White responde afirmando que realizou todos os exames antes de se relacionar com o ator. “Eu me preocupo muito com você. Isso é óbvio, mas tenho tido muitas coisas pra lidar. Tenho sofrido com constantes e perigosos níveis de estresse”, escreve o ator. “Sim, você tem sido bom para mim financeiramente e sou grata por isso, muito obrigado”, finaliza White.

Cathriona White cometeu suicídio em setembro de 2015, por meio de uma overdose de remédios fornecidos pelo próprio ator.

Além do processo do ex-marido de Cathriona, Mark Burton, a mãe da jovem falecida também quer uma reparação. Brigid Sweetman alega que Carrey passou doenças sexualmente transmissíveis para sua filha, pressionou para que ela se tratasse em segredo e lhe deu os remédios que ela usou para se matar.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.