Série dos Inumanos tem a estreia de pior audiência e críticas mais negativas da temporada

Série dos Inumanos tem a estreia de pior audiência e críticas mais negativas da temporada

 

A série “Inhumans”, baseada nos quadrinhos dos Inumanos, estreou com um episódio duplo na noite de sexta-feira (29/9) nos Estados Unidos, que confirmou as expectativas negativas em torno de seu lançamento com o pior desempenho entre as estreias da temporada até o momento. A atração da rede ABC foi vista por 3,8 milhões de telespectadores e registrou 0,9 pontos na demo (a faixa demográfica de adultos entre 18 e 49 anos, mais relevante para os anunciantes).

O desempenho também é pior que o das séries que ocupavam o mesmo horário na temporada passada, “Last Man Standing” e “Dr. Ken”, ambas canceladas por baixa audiência.

A crítica foi fulminante, considerando “Inhumans” a obra mais fraca já produzida pela Marvel. Houve até quem a comparasse ao “Quarteto Fantástico” de Roger Corman, filme tão trash que foi proibido de ser lançado nos anos 1980. A aprovação no site Rotten Tomatoes registra apenas 4%, que também é o índice mais baixo entre todas as séries estreantes da temporada.

A produção de “Inhumans” chamou atenção desde sua concepção, quando foi anunciado como a primeira série com estreia em cinemas do circuito IMAX. Como o IMAX tinha exibido anteriormente episódios de “Game of Thrones”, muitos imaginaram que a Marvel faria sua produção mais ambiciosa, cara e ousada. Mas o passo seguinte foi a contratação de Roel Reiné (“Corrida Mortal 3”), um diretor de sequências trash lançadas direto em vídeo, que, em suas desastrosas entrevistas de divulgação, confirmou que o estúdio queria algo rápido e barato, além de reclamar da qualidade dos efeitos. Foi a crônica de um desastre anunciado.

Feita na pressa, de qualquer jeito e sem muito investimento, a série não justificou sua exibição em IMAX. Mas nem sequer se sustenta na telinha, onde seu roteiro fraquíssimo, repleto de clichês e frases bobas, de autoria de Scott Buck (“Punho de Ferro”), também parece ter sido escrito a toque de caixa. Registradora.

O contraste com “The Gifted”, série baseada no universo dos “X-Men”, que estreia a seguir na TV americana, é brutal. A Fox tratou com mais carinho a propriedade da Marvel que a própria ABC, que é da Disney como a editora dos quadrinhos, contratando o diretor dos filmes dos “X-Men” para assinar o piloto e investindo em efeitos caros, não em visuais de liquidação.

Já considerada a pior série da Marvel, “Inhumans” pode se tornar também seu maior fracasso e arranhar a reputação televisiva da empresa, que nunca mais ganhará um cheque em branco do IMAX ou outro parceiro para realizar um produto abaixo da linha da mediocridade.

Quem duvidar, poderá conferir em breve pelo canal pago Sony, que exibirá “Inhumans” no Brasil a partir de 14 de novembro.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna