Gotham perde público e registra a pior audiência de sua história

Gotham perde público e registra a pior audiência de sua história

 

A Fox pode ter decretado o cancelamento de “Gotham”, ao tirar a série de sua confortável posição nas noites de segunda para passar a exibi-la no dia mais competitivo da TV americana: as quintas de “Grey’s Anatomy”, “Scandal”, “Chicago Fire”, “How to Get Away with Murder” e agora também “Will & Grace”.

O segundo episódio da 4ª temporada, exibido na quinta passada (28/9), registrou a pior audiência de toda a série, vista por apenas 2,9 milhões de telespectadores e com 0,9 pontos na demo (a faixa demográfica de adultos entre 18 e 49 anos, mais relevante para os anunciantes).

Para comparar, “Gotham” estreou com 3,2M e 1,0 pontos na semana anterior, mas este número já se encontrava abaixo da estréia da 3ª temporada (3,9M e 1,3 pontos). Para um programa que chegou a temer o cancelamento no ano passado, os números são motivos de grande preocupação.

Não é à toa que os produtores parecem estar acelerando a transformação do adolescente franzino Bruce Wayne (David Mazous) em Batman. Além de mostrar o personagem se fantasiando para combater o crime nas ruas de Gotham City, há vários elementos de “Batman Begins” (2005) na trama do quarto ano da produção.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.