Remake de Xena não vai mais acontecer

Remake de Xena não vai mais acontecer

 

O remake da série clássica “Xena: A Princesa Guerreira” não foi adiante. A rede NBC desistiu do projeto e nem sequer encomendou um piloto da atração. A desistência aconteceu diante do roteiro apresentado.

“Olhamos para o material e decidimos que não faremos o reboot”, disse Jennifer Salke, presidente de entretenimento da emissora, para o site The Hollywood Reporter.

Apesar de ter rejeitado a versão atual, ela diz que o canal está aberto a retomar a série de outra forma. “Eu nunca diria nunca, pois é um título amado. Mas o projeto atual está morto.”

O roteiro rejeitado foi escrito por Javier Grillo-Marxuach (séries “Lost”, “Helix” e “The 100”), que abandonou a produção em abril, citando “diferenças criativas”. Sua história pretendia deixar claro o envolvimento lésbico entre Xena e Gabrielle. “Não há por que refazer ‘Xena’ sem explorar um relacionamento que só podia ser mostrado de forma implícita durante os anos 1990”, ele escreveu no Tumblr.

A série teria novas atrizes nos papéis principais, mas contaria com algum envolvimento de Lucy Lawless, a intérprete original de Xena, além de produção dos criadores da série clássica, o cineasta Sam Raimi e seu parceiro Robert Tapert (que é casado com Lawless).

“Xena: A Princesa Guerreira” teve seis temporadas, 134 episódios e foi exibida nos EUA entre setembro de 1995 e junho de 2001.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.