Diretor de Deadpool vai filmar o clássico cyberpunk Neuromancer

Diretor de Deadpool vai filmar o clássico cyberpunk Neuromancer

 

O diretor Tim Miller, que estreou atrás das câmeras com “Deadpool”, vai comandar outro projeto cercado de expectativas: a adaptação do clássico romance cyberpunk “Neuromancer”, de William Gibson.

Segundo o site Deadline, o projeto será realizado pela 20th Century Fox e terá produção de Simon Kinberg – mesmo estúdio e produtor de “Deadpool” – , que assim mantêm o bom relacionamento com Miller e seu estúdio VFX Blur.

“Neuromancer” é um dos livros mais importantes da ficção científica contemporânea. Para se ter ideia, foi a publicação que cunhou e popularizou termos como cyberpunk, cyberspace, realidade virtual e levou o universo hacker para a sci-fi. Sua influência é vasta, podendo ser traçada desde “Matrix” (1999) até “Ghost in the Shell” (2017).

A adaptação da obra de William Gibson já esteve para acontecer diversas vezes desde o lançamento do livro em 1984. E ironicamente a tecnologia do mundo real até já ultrapassou algumas de suas idéias futuristas.

Entre os que foram cotados, na última década, para dirigir a versão de cinema estão o diretor de videoclipes Joseph Khan e o mestre do terror Vincenzo Natali (“O Cubo” e “Splice”).

Na história do livro, as pessoas se conectam na internet diretamente pelo cérebro. Um habilidoso hacker, Henry Dorsett Case, vive cometendo atos ilegais no ciberespaço, mas acaba cruzando no mundo virtual com pessoas erradas e tem seu sistema nervoso danificado por uma droga potente, o que o impossibilita de continuar no mundo virtual. Queimado, ele encontra mais trabalho, até ser procurado por uma misteriosa organização que lhe oferece a possibilidade de cura em troca dos seus talentos como cowboy ciberespacial.

As filmagens, porém, devem demorar, pois Tim Miller também está envolvido no reboot de “O Exterminador do Futuro”, agora sob produção do criador da franquia original, James Cameron, além da adaptação do romance sci-fi “Influx”, de Daniel Suarez, que será roteirizada por Mark Bomback (“Planeta dos Macacos: A Guerra”).

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna