Arnold Schwarzenegger grava vídeo contra neonazistas e critica o presidente Trump

Arnold Schwarzenegger grava vídeo contra neonazistas e critica o presidente Trump

 

Um dos críticos mais assíduos do presidente Donald Trump em seu próprio partido, Arnold Schwarzenegger não poupou palavras ao comentar os conflitos em Charlottesville, em 12 de agosto, que deixaram uma pessoa morta e pelo menos 19 feridos. Num vídeo para a ATTN, o ator e ex-governador da Califórnia disse que “não há dois lados para a intolerância, não há dois lados para o ódio” e exigiu um posicionamento mais claro do atual presidente dos Estados Unidos, que quis relativizar a culpa pelo assassinato cometido por um militante neonazista, durante uma passeata da extrema direita racista no país.

“Não há dois lados para a intolerância, nem para o ódio. E se você escolhe andar com uma bandeira que simboliza o massacre de milhões de pessoas, não há dois lados para isso”, diz Schwarzenegger. “A única forma de derrotar as vozes altas e raivosas do ódio é combatê-las com vozes mais altas e mais razoáveis. Isso inclui você, presidente Trump. Na verdade, como presidente desse grande país, você tem a obrigação moral de mandar uma mensagem inequívoca contra o ódio e o racismo.”

No vídeo, Schwarzenegger lembrou sua infância na Áustria e as consequências do nazismo, que até hoje envergonham seu país natal, lembrou a história política do Partido Republicano, o partido de Lincoln, que venceu a Guerra Civil contra a escravatura, e ainda citou uma doação recente que fez à fundação de um amigo caçador de nazistas.

Veja abaixo.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.