3ª temporada de American Crime Story sofre mudança radical

3ª temporada de American Crime Story sofre mudança radical

 

O atraso na produção da 3ª temporada de “American Crime Story”, baseada na catástrofe causada pelo furacão Katrina, fez a produção mudar totalmente o foco da história. Originalmente prevista como 2ª temporada da antologia, a série apresentaria a trama como um crime político, cometido por servidores públicos, que possuíam recursos financeiros para minimizar o impacto do fenômeno natural.

Mas o roteiro inspirado no livro “The Great Deluge”, de Douglas Brinkley, não engrenou. Tanto que perdeu a vez e foi substituída no organograma do programa pelo assassinato de Gianne Versace, que seria apenas a terceira história.

Segundo apurou o site Deadline, a produção foi reconfigurada e agora vai se basear no livro “Five Days at Memorial”, de Sheri Fink. Expansão de uma reportagem premiada com o troféu Pulitzer, a obra foca as consequências do furacão Katrina no hopital Memorial Medical Center, que ficou sem energia por dias. Diante disso, a equipe médica, liderada pela respeitada cirurgiã Anna Pou, decidiu praticar eutanásia em diversos pacientes com saúde criticamente debilitada, para terminar com suas dores.

O produtor Scott Rudin (vencedor do Oscar por “Onde os Fracos Não Têm Vez”) já tinha adquirido os direitos do livro para realizar um filme, mas entrou em acordo com Murphy para ser coprodutor da temporada.

Tal mudança também deve afetar o elenco da produção, já que Dennis Quaid, Annette Bening, Matthew Broderick e Courtney B. Vance, anteriormente anunciados no projeto, iriam interpretar políticos.

Até o momento, apenas Sarah Paulson está confirmada. Anunciada em setembro, ela permanece na produção e será a protagonsita, no papel de Anna Pou.

A produção ainda não tem previsão para começar a ser gravada.

Já a 2ª temporada, “The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story” está em plena produção, com um elenco encabeçado por Édgar Ramirez, Darren Criss, Penélope Cruz e Ricky Martin. A previsão de lançamento é para 2018.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.